Publicidade
Entretenimento
Sol

Esportistas precisam redobrar cuidados com a pele durante exposição ao sol

Os jogos olímpicos são um incentivo a mais e muitos estão adquirindo uma rotina mais rígida na prática de exercícios 16/08/2016 às 16:16
Show calor 1
De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a temperatura média nessa região é de 38,6ºC, mas a sensação térmica média é de 39,3ºC
acritica.com

As altas temperaturas no verão amazônico não tem inibido os esportistas e atletas amadores de realizaram diversas atividades ao ar livre. Os jogos olímpicos são um incentivo a mais e muitos estão adquirindo uma rotina mais rígida na prática de exercícios.  São corridas, esportes aquáticos, esportes com bolas, caminhadas, dentre outros.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a temperatura média nessa região é de 38,6ºC, mas a sensação térmica média é de 39,3ºC.

Além de cuidar da saúde, esses atletas e esportistas amadores precisam levar outra coisa em consideração: as altas temperaturas. O uso de protetores solares precisa ser o principal cuidado de quem vai se expor ao sol para a prática de esportes.

Para facilitar a vida desses esportistas, as marcas de roupas estão investindo em novas tecnologias, capazes de protegê-los dos malefícios do sol. É o caso da marcar de roupas Cobra D´Água, que aplicou uma proteção extra na linha infantojuvenil. Os modelos protegem a pele dos raios UVA e UVB durante toda a vida útil do tecido mesmo após várias lavagens.

Em todas as cores do tecido UV 50+ é comprovado o fator de proteção ultravioleta médio (UPFAV) e o fator de proteção ultravioleta nominal (UPFN) que garantem a segurança que as crianças precisam.

A exposição prolongada pode ocasionar queimaduras graves e as áreas mais afetadas são ombros, costas e o rosto. Outros malefícios gerados pela exposição sem proteção são o ressecamento da pele e o surgimento do câncer de pele. 

*Com informações da assessoria de comunicação.

Publicidade
Publicidade