Segunda-feira, 15 de Julho de 2019
Vida

Estabelecimentos comerciais apostam em doces com artes exclusivas

A necessidade do mercado fez os doces se modernizarem, concordam as duas proprietárias de docerias



1.jpg Quem imagina a decoração de doces como uma moda passageira, pode repensar essa ideia
28/07/2013 às 14:58

Nas docerias, a exclusividade está em alta. Hoje em dia, os doces presentes em festas infantis, aniversários, casamentos e outras celebrações devem ser, mais que saborosos, também personalizados ao gosto do cliente. Diversas cores, tamanhos e formas se reinventam a cada instante para agradar aos mais exigentes olhos e paladares.

A necessidade do mercado fez os doces se modernizarem, concordam as duas proprietárias de docerias entrevistadas por A CRÍTICA: Carole Crema, da La Vie en Douce, em São Paulo; e Rita Santos, da Fofurices da Ricota, em Manaus.

“Inovar sempre”. Segundo Rita, é esse o atual desafio de quem trabalha nesse setor. Nesse cenário, Carole revela como consegue ficar constantemente informada: “Analiso tendências, busco novos ingredientes e formas de apresentação. Procuro fazer algo que nunca foi feito, com um ingrediente inusitado ou formato novo”.


Chegaram para ficar

Quem imagina a decoração de doces como uma moda passageira, pode repensar essa ideia. Os designers de doces, profissionais especializados nesse tipo de confecção, apostam alto no segmento. “A personalização é o nosso grande trunfo. Chocolates, pães de mel, biscoitos, gingerbread e bolos decorados são as estrelas da casa”, está escrito no blog da Docices (www.docices.com.br), empresa presente nas comemorações dos famosos, como o aniversário do filho da apresentadora Eliana e o chá de bebê da cantora Wanessa Camargo.

Quem compra

Todos que buscam os serviços dos doces personalizados desejam algo especial, e os clientes participam da escolha de cada minucioso detalhe em nome da açucarada exclusividade. Após quatro anos de Fofurices da Ricota aqui em Manaus, Rita notou que os principais clientes são as mães, mulheres grávidas e crianças. Já La Vie en Douce atinge outro público, conforme diz Carole: “Há noivas que gastam entre R$ 150 e 400 mil na festa. Elas são modernas, gostam de novidades e fazem questão de qualidade”.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.