Terça-feira, 25 de Junho de 2019
Vida

Estado vizinho Roraima tem opções para quem procura por turismo de aventura

Confira um roteiro que inclui paraquedismo em Boa Vista e visitas ao Monte Roraima, Serra de Tepequém e Cachoeira do Urucá



1.jpg O hiking é uma das atividades mais praticadas no entorno do Monte Roraima
03/07/2015 às 16:03

Tem turismo de aventura em Roraima! O Estado vizinho, rico em heranças indígenas que podem ser encontradas na gastronomia e em outras manifestações culturais, também deve estar no roteiro de quem procura por um lazer diferente, próximo à natureza e com direito a visuais deslumbrantes.

Segundo o superintendente de esporte da Prefeitura de Boa Vista, João Tambor, Roraima possui condições geográficas e climáticas que contribuem com a prática de várias atividades. Para começar, o visitante pode curtir as águas do Rio Branco, nas imediações da capital, a bordo de uma prancha de SUP (Stand Up Paddle), que exige dos iniciantes cerca de 1h de treino.

Essa é uma das opções mais procuradas no inverno, durante a cheia do rio. “O wakeboard também é bastante praticado nessa época. No verão é mais o kitesurf, quando temo mais ventos e menos água”, completa Tambor.

DO ALTO

Na sequência, ele recomenda o salto de paraquedas na Barra do Vento, a 25 quilômetros de Boa Vista. O instrutor Waldisio Moreira, da Céu do Norte Clube de Paraquedismo, é quem explica como a atividade funciona. 

“Hoje temos duas formas de salto: a primeira é fazendo um curso teórico-prático de 10h em que, no final, a pessoa salta com o auxílio de dois instrutores do lado; a segunda é o salto duplo, que não exige o curso, em que a pessoa salta presa a um instrutor”. Os preços variam de R$ 450 a R$ 900 e não há limite de idade. 

“Estamos fazendo parceria com a Prefeitura para difundirmos o esporte como atração turística. Às vezes vem gente de outros Estados e até de países vizinhos que vem para cá e aproveita para conhecer as belezas naturais de Roraima do alto”, destaca Moreira.

Em março, o esportista Luigi Cani saltou de wingsuit do topo do Monte Roraima. O feito foi exibido no Fantástico, que o acompanhou em uma volta ao mundo para voar de monumentos conhecidos em todo o planeta.

MONTE RORAIMA

Destino ideal para os aventureiros apreciarem a natureza a mais de 2 mil metros de altura. A formação rochosa fica na fronteira entre o Brasil e Venezuela e o acesso se dá por via terrestre ou aérea. Operadoras de turismo oferecem sobrevoos de helicóptero ou avião (com e sem pernoite). No entorno, as atividades mais praticadas são o hiking e a escalada.

SERRA DE TEPEQUÉM

(Bruno Garmatz/Divulgação)

Paraíso natural localizado no município de Amajari, a 210 quilômetros de Boa Vista. As atividades que podem praticadas na região: parapente, caminha-da, eco-bike, rapel, trilhas de moto e 4x4, observação da fauna e flora e exploração de cachoeiras. Em seu ponto mais alto, o Platô da Serra de Tepequém chega a 1.022 metros de altitude.

CACHOEIRA DO URUCÁ

(Reprodução)

Fica em Uiramutã, a 310 quilômetros de Boa Vista, município mais ao Norte de Roraima e do Brasil. A cachoeira de águas límpidas está entre as 27 melhores do País. O lugar possui belezas naturais exuberantes e quase intactas, o que torna a visita a região uma aventura única e cheia de descobertas.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.