Publicidade
Entretenimento
Vida

Estilista das celebridades terá série que retratará seu trabalho

Lethicia Bronstein comandará o programa "A Estilista", no canal FOX Life, no próximo dia 19 14/09/2015 às 09:30
Show 1
Criações da estilista prezam por rendas, laços, pérolas e patchworks
Laynna Feitoza Manaus (AM)

A paixão incondicional da carioca Lethicia Bronstein pelo mundo da moda a fez mergulhar na releitura exclusiva de clássicos românticos, dotados por um toque de modernidade em suas criações. Graduada em moda e com especialização na renomada escola Central Saint Martins, em Londres, ela é conhecida no Brasil pelo talento e por produzir vestidos exclusivos para celebridades como Preta Gil, Anitta e Isabel Goulart. Seu mais recente momento profissional celebra a estreia da série “A Estilista”, no canal FOX Life, no próximo dia 19, onde ela mostrará aos sábados tópicos que vão desde o primeiro contato com os clientes, a elaboração dos desenhos, a escolha dos tecidos e materiais até a entrega e reações finais ao produto.

A série partiu de um vídeo que Lethicia fez no ano passado, para um desfile seu, no Rio de Janeiro, ocorrido no dia dos Fittings. “Foi um dia bem agitado aqui no ateliê, com um pouco de tudo. Aí a GTEC, produtora do vídeo, enxergou o potencial de um programa e da quantidade de histórias que eles viram ao longo daquele dia. Com aquele material fizeram um piloto para me apresentar, eu achei o máximo logo de cara e super topei entrar nessa”, declara ela, cujo forte de suas produções são as rendas importadas, laços, pérolas e patchwork.

Ela afirma que não há muitas diferenças entre administrar um ateliê na frente ou de trás das câmeras. “Na verdade, só em dias que têm gravação e que não são dias planejados, são dias comuns. As provas que normalmente levam em torno de uma hora cada, acabam levando três horas. É sempre um dia mais corrido aqui no ateliê, mas a gente não tem nenhum filtro, tudo o que acontece a gente mostra. Só a questão de tempo é um pouco mais difícil de administrar, porque o dia tem que render da mesma forma, em um espaço de tempo menor. Mas de resto, é tudo igual”, pondera.

A série ainda está sendo filmada. Embora os primeiros episódios prontos comecem a ser exibidos em setembro, a série toda só terminará de ser gravada em novembro. “Tiveram duas filmagens antes do início oficial: uma delas na China, no ano passado, quando fui aprovar as peças-piloto da minha coleção para a Riachuelo e no início do ano, quando filmei com a Anitta, para o baile da Vogue, no ateliê. Mas oficialmente, começamos em maio e ainda não terminou, provavelmente irá até novembro, porque algumas histórias ainda precisam ser concluídas e vamos acompanhar todas elas até o final”, alega Bronstein.

Perspectiva

O senso de realidade é um ponto forte na série. Principalmente no que diz respeito às relações de Lethicia com as clientes. “O tempo inteiro, quando a gente gravou provas, eu falei ‘não escondam se tiver alguma coisa que você não está gostando na roupa, não deixe de falar, porque é para ser de verdade’. Não é porque tem câmera gravando que é para mudar e todas as vezes as pessoas esqueciam que tinha câmera, então, mesmo vestidos que elas não estavam gostando e que precisavam ser mexidos, ou que estavam lindos, mas não era o que elas imaginavam, tudo isso foi gravado. Então, é bem real nesse sentido”, aponta.

Para ela, um dos mitos do mundo da moda que a série poderá desmistificar é que a vida de um estilista é “puro glamour”. “As pessoas veem a gente em desfile, maquiada, bonita, tirando foto do lado de artista, mas não veem todo o trabalho que existe por trás. Não veem que tem uma empresa por trás disso, que precisa ser administrada, funcionários, metas que precisam ser cumpridas, financeiro... o que é muito trabalho. E é o que eu falo, se quiser trabalhar com moda, tem que gostar de trabalhar, então eu acho que esse é o maior mito. As pessoas acham que não, que é muito fácil, que passamos o dia sentada, desenhando, fazendo croqui e não é isso. Mas mesmo assim, é minha maior paixão, é o que eu amo fazer”, diz.

Bronstein pondera que a série é mais focada no ramo do entretenimento. “Porque temos milhões de personagens, a cada episódio e a gente quer entreter. Claro que a gente quer mostrar o lado por trás, o lado que as pessoas não conhecem da moda, mas a função mesmo é que as pessoas sentem à frente da TV e tenham uma diversão, ficando com aquele gostinho de ‘ai meu Deus, quero ver o próximo episódio’”.

Publicidade
Publicidade