Domingo, 21 de Julho de 2019
DANÇA

Estrelas do balé russo desembarcam em Manaus com espetáculo inédito

Bailarinos dos maiores teatros russos se apresentam na cidade no dia 9 de agosto, na plenária do Studio 5



5_1E76C5DD-8FD5-47C0-95FF-E5E491C4DCEA.jpg Divulgação
11/07/2019 às 18:27

Patrimônio cultural russo, o balé clássico tem sido por mais de três séculos um expoente artístico do país. Visitar imponentes teatros como o Mikhailovsky, Stanislavsky, Mariinsky e Bolshoi para ver de perto alguns dos melhores bailarinos do mundo é uma atividade quase obrigatória para quem visita a Rússia.

No dia 9 de agosto, o público amazonense poderá apreciar alguns dos mais importantes solistas internacionais no espetáculo “As Joias do Ballet Russo”, que terá apresentação única na plenária do Studio 5 Centro de Convenções. Os ingressos começam a ser vendidos nesta quinta-feira, com preços entre R$ 190 e R$ 290 (inteira), na bilheteria da casa e pelo site www.aloingressos.com.br.

O espetáculo está fazendo uma circulação inédita pelo Brasil e tem no elenco destaques como Alexander Volchkov, primeiro bailarino do Bolshoi e integrante da companhia mais famosa do planeta há 20 anos. Além dele, há outros sete solistas reconhecidos pela sua excelência: do Mikhailovsky, as estrelas Oxana Bondarev e Mikhail Venshchikov; do Mariinsky, o solista Boris Zhurilov; do Bayerisches Staatsballett (Alemanha), a bailarina Tatyana Tiliguzova, que será solista do Bolshoi a partir da próxima temporada. Completam o grupo os bailarinos do Stanislavsky, Natalia Ledovskaya, Pukhov Mikhail e Maksim Marinin.

O repertório será composto por trechos das obras “Corsário” - baseada no poema de Lord Byron, com música de Adolphe Adam e coreografias de Marius Petipa – além de “O Quebra-Nozes” e “Lago dos Cisnes”, ambas de Tchaikovsky. Esta última, vale lembrar, é seguramente a mais popular das peças de balé e fala de um jovem que se apaixona por uma rainha transformada em cisne por um feiticeiro malvado.

Desafiador

Segundo produtor Ricardo Veloso, da ArtBhz, o grande desafio imposto por um espetáculo da magnitude de “As Joias do Ballet Russo” é a logística. “São toneladas de equipamentos, mas Manaus surpreende qualquer técnica internacional, estamos muito bem servidos”, comenta ele, com exclusividade para o BEM VIVER.

Veloso destaca que a atenção dispensada ao casting de astros estrangeiros é constante, onde quer que o espetáculo vá – a circulação atual também vai passar por São Paulo, Rio de Janeiro, Belém, Vitória e outras capitais.

“No caso de Manaus, nossa maior preocupação é o fator climático e a alimentação, vamos fazer de tudo para que eles se sintam em um ambiente bem próximo ao que estão acostumados. Vale lembrar que essa equipe viaja o mundo todo, então acaba sendo mais fácil a adaptação deles em cada país”.

De acordo com o produtor da ArtBhz, a capital amazonense sempre é bastante receptiva a esse tipo de espetáculo. “Prova disso são os grandes festivais que acontecem na cidade, como os de ópera, jazz e dança. É um público que está sempre em busca de espetáculos de nível”, finaliza.

Receba Novidades

* campo obrigatório
News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.