Publicidade
Entretenimento
Vida

Estudos apontam para as vantagens de se aprender outro idioma na infância

De acordo com a pesquisa, a mielina desenvolve-se desde o nascimento e é fixada a partir dos 4 anos. A partir dessa idade, a criança passa a assimilar palavras e conceitos básicos de como funciona a estrutura da língua 29/11/2014 às 15:57
Show 1
Para pesquisadores, quanto mais cedo for o contato com outra língua, maiores são as chances de fluência em ambas
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Estudos confirmam: aprender um outro idioma ainda na infância aumenta a capacidade de aprendizagem, de resolver enigmas e de executar múltiplas tarefas ao mesmo tempo, entre tantas outras vantagens.

Além disso, os estudos também sugerem que quanto mais cedo o contato com outro idioma melhor a chance de elas se tornarem fluentes em ambas as línguas, além de aumentar a capacidade de relacionamento. As informações foram divulgadas pelos cientistas do King’s College em Londres, e da Brown University em Rhode Island e publicadas na revista científica “The Journal of Neuroscience” em outubro do ano passado e republicada este ano. 

De acordo com a pesquisa, que estudou 108 crianças com desenvolvimento cerebral normal e com idades entre 1 e 6 anos, a mielina – substância responsável por proteger o circuito neural – desenvolve-se desde o nascimento e é fixada a partir dos 4 anos, o que sugere que o cérebro é mais plástico nos primeiros anos de vida. Ou seja, qualquer influência ambiental sobre o desenvolvimento do cérebro será mais forte na infância.

Língua inglesa

E em se tratando de aprendizado de idiomas, a partir dessa idade, a criança passa a assimilar palavras e conceitos básicos de como funciona a estrutura da língua inglesa e começa, sem se dar conta, a pensar em inglês, fato primordial para se falar a língua com fluência e naturalidade.

É neste momento que entra o método Red Balloon, uma das mais antigas escolas de inglês para crianças e adolescentes do País e que chegou a Manaus com previsão de início das aulas em fevereiro de 2015.

A escola receberá alunos de 3 aos 17 anos, respeitando sempre as aptidões e interesses de cada faixa etária.Para isso, a Red Balloon divide os alunos em três grupos: Kids, Juniors e Teens. “Aqui ensinamos as quatro habilidades da língua: compreensão oral, conversação, leitura e escrita. Dos 3 aos 6 anos a criança desenvolve a compreensão dos sons e palavras em inglês  e a conversação. Dos 7 anos em diante o aluno começa a ler e escrever em inglês e, ao final do curso, atinge o nível avançado”, explica Klinger.

Outro diferencial é com relação à carga horária. Considerada uma das maiores do segmento, com 2 horas por dia, 4 por semana, 16 horas por mês, em um total de 144 horas por ano.

Imersão

Segundo a empresária Kelly Tadros Duarte, a proposta da escola é justamente desenvolver uma programação interativa durante o ano todo para que a metodologia de aprendizado seja uma constante, proporcionando uma imersão de crianças em um ambiente bilíngue antes dos 4 anos de idade o que oferece uma melhor chance de elas se tornarem fluentes em ambas as línguas.

“São os inúmeros eventos que acontecem normalmente às sextas-feiras: Farmer’s Market (dia da feira onde os alunos compram frutas e legumes de verdade ), Kids Event (um picnic realizado somente entre os alunos de 3 a 6 anos), o Spelling Bee Contest (um concurso de soletração para alunos de J1 a T2), o Splash Day (dia de atividades com água) e o Be a Chef (um dia de culinária), que tornam esse universo da língua inglesa mais próxima das crianças”, diz Kelly.

Klinger diz que muitas pesquisas mostram que existem diferenças entre bebês e crianças que crescem ouvindo uma ou duas línguas. De acordo ele, as pesquisas afirmam que esses bebês e crianças nascem “cidadãos do mundo”, capazes de diferenciar sons de qualquer idioma humano. “As crianças bilíngues ainda mostram um aumento de atividade neurológica quando ouvem línguas totalmente desconhecidas”, cita.

Aprender a aprender

Segundo eles, a ideia é reforçar a metodologia Red Balloon para que o aluno aprenda a aprender. “Além de desenvolver valores como respeito e responsabilidade. Para eles, as aulas parecem brincadeira. O inglês é inserido gradualmente na vida dos alunos, por isso a carga horária na medida certa e nosso  índice de desistência é baixíssimo”, destaca o empresário, ressaltando que a escolha do material didático também é uma tarefa importante para boa aprendizagem dos alunos, respeitando o potencial e habilidades.

A escola de inglês Red Balloon também é credenciada como Centro Autorizado Interno dos Exames Cambridge no Brasil. Com isso, os exames são aplicados na própria escola em diversos níveis e são desenvolvidos e corrigidos pela University of Cambridge Esol Examination, na Inglaterra. “Estes certificados, reconhecidos no mundo todo e de validade permanente, atestam domínio do idioma inglês”, conclui Klinger do Arel Souto.

Publicidade
Publicidade