Publicidade
Entretenimento
Vida

Ex-VJ da MTV Sabrina Parlatore estreia como cantora

A modelo paulista abraça com serenidade a carreira musical que faz uma mescla de samba, MPB e jazz. Diversos shows da mais nova cantora brasileira já foram contratados na capital paulista 15/09/2014 às 09:23
Show 1
A bela se apresenta todo este mês no Terraço Itália, em São Paulo
Loyana Camelo ---

Modelo, apresentadora e uma das mais famosas musas da MTV Brasil na década de 90, Sabrina Parlatore teve a oportunidade de ver de perto e entrevistar diversos ícones da música. Desde aquela época, ela guardava dentro de si a vontade de também integrar o time de protagonistas da primeira arte. Recentemente, resolveu apostar de vez nesse projeto, fazendo sua bem-sucedida estreia como cantora, e em pouco tempo, já fechou diversos shows na capital paulista. Mas não se deixa deslumbrar pelo momento: Sabrina faz questão de levar a nova carreira com serenidade. “Quando se faz algo com seriedade, dedicação e amor, não sobra lugar para a ansiedade”, disse.

O estilo escolhido por Sabrina Parlatore, na linha samba/jazz/MPB dá o encaixe ideal para sua voz calma e afinada. No show “ Sabrina - De Gershwin a Tom Jobim” que apresenta durante o mês de setembro no Terraço Itália, em São Paulo, o repertório é composto de sucessos internacionais como “My Baby Just Cares for Me” de Nina Simone, “The Way You Look Tonight” original de Fred Astaire, além de nacionais a exemplo de “Corcovado” de Tom Jobim, influências musicais de seu pai, que é pianista e sempre introduziu em casa ótimas músicas.

De acordo com a apresentadora, a descoberta do talento musical se deu de forma natural. “Quando eu tinha por volta de 18 anos de idade, amigos começaram a dizer que eu era afinada, que tinha um bom ouvido musical quando eu cantarolava alguma coisa. Comecei a prestar atenção na minha voz e a testá-la em rodas de violão”, explicou. A primeira apresentação em público, em um evento da marca de jóias Emar Batalha, foi há pouco tempo mas teve repercussão surpreendente. “Foi incrível! A recepção do público foi surpreendente e saí de lá com mais dois shows fechados”.

Ouvindo conselhos

Enquanto apresentadora de programas de arte/cultura, Sabrina recebeu incontáveis bandas e artistas solo de sucesso. Segundo ela, essa proximidade só aumentava a sua vontade de cantar. “Cheguei a dar algumas palhinhas com alguns deles, como com o Alexandre Pires e Léo Jaime”, relembra. Numa dessas, a rainha da axé music, Ivete Sangalo, se encantou com a voz de Sabrina e lhe incentivou a prestar mais atenção a este dom.

“A Ivete me ouviu cantar uma vez e me incentivou a seguir esta carreira sugerindo apenas que eu fizesse aulas de canto. Sua sugestão foi prontamente acatada. Um tempo depois, dei uma canja num show dela”.

Para montar o show “Sabrina - De Gershwin a Tom Jobim”, a bela tem procurado ouvir jazz, bossa nova, boleros, tangos e curiosamente, bastante música indiana.

Futuro

Dentre os planos mais próximos do seu projeto na música, ela diz que o momento é de concentração nos shows. “Um CD só entrará nos meus planos quando eu tiver um repertório muito bom de músicas. Para isso preciso contar com a colaboração de compositores pois não componho”, explicou Sabrina.

Mas depois de transitar por tantos meandros da arte/cultural, ela não tem mais dúvidas: música é a sua área favorita. “A música me move, alimenta a minha alma e desperta em todos ao seu redor sentimentos de amor e harmonia”.

Publicidade
Publicidade