Publicidade
Entretenimento
Vida

Exposição de poemas em garrafas recicladas acontece nesta sexta-feira (6) na Biblioteca Municipal

Para adornar as chamadas “garrafas poéticas”, o grupo utiliza materiais como recortes de revistas e jornais, massa corrida, tintas e até mesmo bijuterias usadas 03/03/2015 às 15:44
Show 1
Segundo as artistas, a exposição das garrafas será no formato de um sarau, com atrações musicais e declamação de poesias
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Literatura e reciclagem se misturam na exposição “Mulheres Vidradas: Formas em Poemas” na noite desta sexta-feira (6), a partir das 18h. O evento acontece na Biblioteca Municipal João Bosco Pantoja Evangelista, no Centro da cidade, e conta com o apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

O projeto reúne um grupo de poetisas amazonenses que, a partir da reciclagem, transformam garrafas de vidro em um recipiente para conter poemas de sua autoria. A ideia surgiu a partir de uma das integrantes do grupo Formas em Poemas, Franciná Lira.

“Eu já reaproveitava algumas garrafas para presentear amigos e decidi expandir essa ideia com as meninas”, conta Franciná. “Colocamos os poemas nas garrafas para mostrar novos jeitos de aproveitar materiais reutilizáveis, ao mesmo tempo em que produzimos arte”, completa.

Para adornar as chamadas “garrafas poéticas” do projeto, o grupo utiliza materiais como recortes de revistas e jornais, massa corrida, tintas e até mesmo bijuterias usadas.

Além disso, os poemas são todos de autoria das mulheres do grupo: Ana Peixoto, Adriana Marques, Carla Pereira, Franciná Lira, Fátima Lira, Isabelle França, Lídia Damasceno, Laís Borges, Mônica Cordeiro, Marisa Sá, Valéria Gomes e Joana Baraúna.

Segundo Franciná, a exposição das garrafas será no formato de um sarau, com atrações musicais e declamação de poesias. “Pela primeira vez, serão as próprias poetisas do nosso grupo que cantarão nos momentos musicais, com a presença de alguns convidados”, afirma ela.

Duas das participações especiais são de talentos mirins: a flautista Camila Mancilha, de 9 anos, e a poeta Marina Baraúna, de 8 anos de idade. Já os vocais ficam por conta de Marisa Sá, Isabelle França e Joana Baraúna, além de Marcelo Otero no violão.

As garrafas com os poemas do projeto “Mulheres Vidradas” estarão à mostra durante o evento e também poderão ser adquiridas pelos interessados. A programação da noite também conta com o sorteio de algumas das garrafas e livros e um coquetel para o público.

Publicidade
Publicidade