Publicidade
Entretenimento
Vida

Exposição ‘Eu Continuo Mulher’ entra em cartaz no Shopping Ponta Negra, em Manaus

Projeto idealizado por universitários resgata a sensualidade pós-mastectomia e conscientiza as mulheres da importância de fazer exames de mama 22/10/2014 às 10:08
Show 1
As convidadas para o projeto exaltam o papel social da exposição
Loyana Camelo Manaus-AM

A campanha Outubro Rosa, voltada para conscientizar mulheres da importância de fazer exames de mama, afasta a sisudez do assunto e pinta-o com uma cor viva e alegre. Esse mesmo alto astral se estende à exposição “Eu Continuo Mulher”, que entra em cartaz amanhã (23) no Shopping Ponta Negra, retratando a sutil sensualidade de mulheres com mastectomia (retirada total ou parcial do seio) por conta do câncer. Longe do teor pornográfico, as fotos são expressões de coragem, superação - e, por que não? - de beleza.

Lançada oficialmente no Dia da Mulher (8 de março) deste ano, “Eu Continuo Mulher” já passou pelo Teatro Manauara, Hospital Santa Julia, Faculdade Martha Falcão e pela Câmara Municipal de Manaus. É a primeira vez que a expo é levada a um espaço aberto e de alta circulação como o Shopping. A ideia é justamente atingir o maior público possível, dentro da particularidade de cada um - seja a família enfrentando uma luta parecida, seja a mulher solitária com a autoestima prejudicada pelos efeitos da doença.

O projeto foi idealizado pelos universitários de comunicação Erica Melo, Dhiego Arlinsonn, Ladislau Neto, Klinger Figueiredo, Saadya Jezine e Caroline Rocha. Erica conta que após ter o insight de fazer o ensaio, verificou na Internet se algo do tipo já havia sido feito. Para sua surpresa, o câncer de mama só era retratado de forma sofrida. Foi quando veio a vontade de fazer algo voltado não apenas para a esperança, mas também para a beleza ainda remanescente por trás de tanta luta.


“No início, a ideia era apenas fazer as fotos e entregar para elas. Mas como o projeto foi crescendo, vimos a necessidade de expor, até pela responsabilidade social e a necessidade de conscientização da sociedade em relação ao preconceito que essas mulheres sofrem”, explica Erica, que também é fotógrafa de A CRÍTICA.

O resultado é a reunião de oito guerreiras retratadas em 16 quadros (oito fotos de ensaio e oito de making of), um documentário com seus depoimentos (que pode ser conferido no link www.youtube.com/watch?v=Yq090FBGjyk) e um videoclipe. No Shopping Ponta Negra serão expostas apenas as fotografias. Durante o lançamento da expo, marcado para amanhã às 19h30, haverá o show da banda Moinhos de Vento.

Fim da timidez

Uma das modelos é Aldemira Froes, de 51 anos. Ela conta que, mesmo tímida, aceitou com felicidade o convite de Erica, por entender que sua contribuição para a sociedade era bem mais importante que sua timidez.

“É um projeto que deu certo e vai dar mais certo ainda. Para mim foi gratificante participar. Muitas vezes as pessoas nos veem como se apenas tivéssemos uma deficiência. Mas agora as pessoas me enxergam também como uma mulher corajosa de expor a minha vida e o meu corpo para incentivar as outras”, disse Aldemira.

Depois da experiência, a tal da timidez acabou sumindo de vez e Aldemira passou a se orgulhar do feito. “Esse projeto veio para nos fortalecer cada vez mais porque conseguimos ver que não é uma deficiência que vai nos abater. Temos que viver felizes”, atestou.

Outra participante foi Aurineth Alves, de 45 anos. Após perceber o peso do projeto para o qual estava sendo convidada, não pensou duas vezes em aceitar. Acima de tudo, dona Neth é uma mulher de sorte: seu marido faz parte de uma minoria que permanece ao lado da esposa em momentos tão terríveis como este.

“Acredito que 90% de mulheres que morrem do câncer, não morrem apenas pela doença: é pelo abandono, solidão e decepção. O meu marido ficou do meu lado e está até hoje. Minha família me via como alguém que estava lutando e que ia vencer”, disse, provando mais uma vez sua coragem.

Serviço

O quê: Exposição Fotográfica “Eu Continuo Mulher”

Onde: Shopping Ponta Negra

Quando: 23 de outubro até 1 de novembro, 10h às 22h (segunda a sábado) e de 12h às 21h (domingo)

Quanto: gratuito

Publicidade
Publicidade