Publicidade
Entretenimento
ARTE E FOTOGRAFIA

Exposições celebram aniversário de quatro anos do Liceu Claudio Santoro em Parintins

“Tilheiros – Barcos de Parintins” e “Cotidiano de Parintins” inauguram nesta sexta-feira (15) no Centro Cultural 14/09/2017 às 11:24
Show capturar
(Foto: Divulgação/SEC)
acritica.com Manaus (AM)

Comemorando os quatro anos de atividades, o Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro – Unidade Parintins reebe as exposições “Tilheiros – Barcos de Parintins”, com fotografias de alunos do Liceu, e “Cotidiano de Parintins”, com pinturas do artista visual Evanil Maciel. As duas mostras serão inauguradas nesta sexta-feira (15), às 19h, respectivamente nas Galerias Jair Mendes e Vandir Santos do Centro Cultural de Parintins – Bumbódromo.

“Tilheiros” reúne 33 fotografias, coloridas e em P&B, feitas pelos alunos do curso Noções de Fotografia do Liceu Claudio Santoro – Unidade Parintins entre março e julho deste ano, registrando o trabalho de artesãos navais do município. “Cotidiano de Parintins”, por sua vez, reúne 15 obras produzidas com a técnica de empaste sobre tela, retratando personagens, paisagens e cenas do dia a dia da Ilha Tupinambarana a partir do olhar de Evanil Maciel. As duas exibições têm curadoria de Jair Jacqmont.

Tradição e cotidiano

Em “Tilheiros – Barcos de Parintins”, os alunos do Liceu Claudio Santoro – Unidade Parintins reúnem seus olhares sobre o trabalho realizado pelos artesãos navais nos tilheiros, onde são fabricadas embarcações regionais de pequeno, médio e grande porte. Os registros demonstram a permanência de técnicas, a temporalidade e a continuidade do aprendizado informal. 

Além das fotografias, a mostra na Galeria Jair Mendes terá ainda elementos e objetos para tornar o espaço da galeria mais interativo, incluindo uma instalação aérea com barcos de papel, tipo dobradura (revistas e jornais) confeccionados pelos alunos do Núcleo de Artes Visuais, simulando as curvas dos rios.

Com “Cotidiano de Parintins”, Evanil Maciel confirma a trajetória comum de sua identidade artística e seu local de origem. Nascido em Parintins, o artista autodidata se tornou uma referência para vários artistas e estudantes conterrâneos graças a sua vida dedicada às artes e à sua simplicidade.

“Tilheiros” e “Cotidiano de Parintins” são ambas exposições de longa duração, e ficarão em cartaz na Galeria Jair Mendes até 12 de maio de 2018, com visitação gratuita de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h e das 14h30 às 17h, e sábados, das 14h30 às 18h.

Formação artística em Parintins 

O Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro – Unidade Parintins iniciou suas atividades em 16 de setembro de 2013, oferecendo à comunidade parintinense e aos municípios vizinhos (Nhamundá, Maués, Boa Vista do Ramo, Barreirinha e Urucará) cursos livres e regulares, cursos de capacitação e os espaços culturais para visitação.

Seu objetivo principal é estimular o estudo nas mais diversas manifestações artísticas, oferecendo a população parintinense sua integração à cultura local. O centro de formação fica localizado no Centro Cultural de Parintins – Bumbódromo e reúne biblioteca com acervo de mais de 10 mil títulos, galerias de artes, memoriais dos Bois Caprichoso e Garantido, cineclube, salas multimídia, instrumentoteca, espaço para o público infantil, entre outros ambientes.

Publicidade
Publicidade