Publicidade
Entretenimento
STAND UP

'Não existe limite do humor', afirma Fábio Rabin que faz show em Manaus

A última vez que Fábio esteve na capital, foi em outubro do ano passado, durante a temporada anterior do mesmo espetáculo. Mas ele garante, o show é praticamente novo 22/09/2016 às 11:32
Show bv0122 01f
Humorista estreia a nova temporada de seu stand up comedy na capital amazonense // Foto: Divulgação
Alexandre Pequeno Manaus (AM)

Um dos humoristas da nova geração mais queridos do público brasileiro, Fábio Rabin retorna a Manaus no próximo sábado (24) para a estreia da temporada 2016 de seu stand up comedy "Queimando o Filme". A última vez que Fábio esteve na capital, foi em outubro do ano passado, durante a temporada anterior do mesmo espetáculo. Mas ele garante, o show é praticamente novo.

A nova temporada de ‘Queimando o Filme’, aborda o cotidiano, um texto bem elaborado sobre atualidades (política, esportes, tecnologia, celebridades) lugares por onde passou, sua nova vida como pai, tendo que “virar homem”, sair da casa dos pais, crescer, mas sem nunca deixar de zoar. A eterna criança ainda perturba o seu mundo e promete “queimar o filme” de tudo e todos que forem abordados nessa peça, mas principalmente, de si mesmo.

Em conversa com o Bem Viver, Rabin falou sobre o novo show, planos, seu atual contrato com o Pânico e muito mais.

Em outubro do ano passado, você trouxe o espetáculo ‘Queimando o Filme’. Na nova temporada, a estrutura é a mesma ou tem novidades?

Pelo menos metade do espetáculo é novo! Eu não gosto de permanecer por muito tempo com o mesmo show, mas estou ciente que boa parte do publico será inédito também e nunca viu meu show, por isso gosto de mesclar o novo com o melhor do meu show antigo. E assim vou mudando cada vez mais meu show.

Você possui um canal no YouTube onde são upados alguns trechos de seus shows, com números significativos de views. Há planos para conteúdos feitos especialmente para internet?

Sim, na verdade quando eu posto algum vídeo significa que este texto morreu e não será feito novamente. A não ser num eventual show corporativo. O Stand Up é feito mais ou menos de acordo com a nossa vida e à medida que ela evolui parte do texto passa a não fazer sentido. Então solto os trechos na internet. Tenho pensado em diferentes formatos para a internet e o que mais me seduz tem a ver com o programa que gravei pela TBS , o "Longa Metragem" que são curtas de humor veiculados no meu canal. Mas isso será feito a médio prazo.

Você teve uma projeção nacional na época da antiga MTV, quando esteve no elenco do "Comédia MTV". Como vê essa fase de sua vida?

Foram bons tempos, na verdade pensando hoje vejo que eu podia aproveitar mais como amigos.  Na época eu era muito ambicioso e fazia o programa com o pensamento em ter um próximo programa (risos). Mesmo assim aproveitamos muito! Foi sem duvida o camarim mais criativo e maluco de todos os tempos. E olha que isso na MTV não é pouca coisa!rssss Creio que a galera do Hermes e Renato deveria ir por ai também. Mas hoje, quando nos vemos mais distanciados percebo o quanto cada um ali era especial e o quanto eu curtiria mais estas pessoas se o grupo fosse feito agora. Mas pra resumir...foi animal!

O que inspira você, o que inspira a criar piadas novas?

Até hoje procuro essa resposta. Com o passar dos anos vejo que escrevi sobre quase tudo. São dez anos de piadas autorais. Mas procuro me movimentar. Ler um livro, viajar, buscar novas experiências. Tudo isso me motiva a escrever mais.

Atualmente, há uma enorme discussão sobre os limites do humor. Fazer piada em 2016, não é tarefa fácil. Qual seu limite, como vê essa questão?

Não existe limite do humor, as pessoas tem um limite e se você ultrapassar o limite de uma pessoa ela pode te processar. E hoje em dia as pessoas caretas estão mais caretas do que antigamente. Porque lutam contra muita coisa junta. E acabam colocando no humor um rótulo de maldade que ele não possui. Mas esta é a opinião de um comediante não precisa se a de todos. E claro que existe a piada ruim também e mal contada que pode soar como uma ofensa direta. Mas ai é outra historia.

Quais seus próximos projetos. Atualmente está no ar no Pânico com algumas participações esporádicas. Você é contratado da emissora? Ou são apenas participações no programa?

Sim sou do Pânico até 2017, mas estou me divertindo bastante. Este ano ja gravei mais coisas que em 2008 inteiro quando foi minha primeira passagem. Desde Portugal, Peru tomando Ahyuasca, passando pelos fogos de Cruz das Almas na Bahia, alem de testar diversos personagens. Este ano tem sido um sonho! Mas tem sido de muito trabalho. Estou muito feliz no Pânico na Band.

Gostaria que fizesse um convite ao público manauara, para assistir o seu espetáculo.

Já nos conhecemos! E vocês sabem o quanto eu curto aí! Manaus foi um dos primeiros lugares que fiz show e rolou uma identificação imediata com a platéia! Vamos nos amar...sacanagem...vamos nos divertir no meu show! É Nóissss!

 

Publicidade
Publicidade