Publicidade
Entretenimento
Vida

Fábrica de misses: beleza amazonense está na moda

O trabalho de lapidação destas moças envolve correção odontológica, cirúrgica, aulas de passarela, etiqueta, fisioterapia, fonoaudiologia, oratória, produção de moda e mais o que for preciso para deixá-las no ponto ideal. Em Manaus, há quem se dedique dia e noite para coordenar isso tudo - como é o caso de Miro Sampaio 02/06/2013 às 10:45
Show 1
BelasThayana Fernandes, Miss Brasil Teen Universe; e Mayra Dias, Miss Amazonas Latina
Loyana Camelo Manaus (AM)

Em concursos de beleza pelo Brasil e pelo mundo, as meninas do Amazonas têm se destacado com louvor, trazendo para casa títulos diversos, e consequentemente, reavivando em muitas o antigo sonho de ser miss. O que as jovens sonhadoras precisam ter em mente, no entanto, é que por trás de um rostinho bonito tem muito trabalho a ser feito. Nos bastidores, uma equipe multidisciplinar atua de mãos dadas, sem descanso, correndo contra o tempo a fim de deixar a candidata perfeita para representar seu Estado da melhor forma possível.


Só no primeiro semestre deste ano, o Amazonas já abocanhou o título de Miss Brasil Teen Universe e o segundo lugar do Miss Teen Universe, com Thayana Fernandes; e o de Miss Brasil Globo (com Sheislane Hayalla). Em setembro, a Miss Amazonas Tereza Azedo vai disputar o Miss Brasil, e se tudo der certo, em seguida o Miss Universo. A necessidade de se ter profissionais locais para preparar as misses, então, se tornou inegável.

União de esforços

O trabalho de lapidação destas moças envolve correção odontológica, cirúrgica, aulas de passarela, etiqueta, fisioterapia, fonoaudiologia, oratória, produção de moda e mais o que for preciso para deixá-las no ponto ideal. Em Manaus, há quem se dedique dia e noite para coordenar isso tudo - como é o caso de Miro Sampaio.

O preparador milita na área de passarela e assessoria de divulgação. “Meu trabalho é potencializar qualidades e amenizar defeitos”, explica. Sampaio afirma que graças a esse processo prévio, as misses amazonenses já chegam nos eventos com imponência. “Hoje, todo mundo pergunta pelas amazonenses. Elas já têm o que chamamos de ‘peso da faixa’”, diz.

Miro Sampaio já está escalado para compor a equipe pessoal do “Espaço Miss”, um local voltado para auxiliar as misses em tudo que precisam. O emprendimento é de Gessandra Simioni, e será inaugurado no fim de junho no bairro Vielralves.

Outro expert na área é Fernando Salignac, que coordena o Miss Brasil Globo na capital baré há duas décadas. Dentre suas musas vencedoras estão Priscilla Meirelles (em 2003), Gabriela Costa (em 2007) e em 2013, Sheislane Hayalla. Salignac decidiu pelo caminho de escolher a dedo uma moça e prepará-la, ao invés de fazer seleção por concurso local.

“Foi minha visão mais acertada. Escolher por concurso há muita controvérsia, nunca ninguém está satisfeito”, afirma. Acima de tudo, o preparador reconhece o potencial encontrado aqui. “O Amazonas está mais do que nunca na moda. Está respeitado. Acabou aquela coisa do coitadinho, pobrezinho, não existe mais isso”.

Coordenador do Miss Amazonas (franquia do Miss Brasil / Miss Universo) desde 2010, Lucius Gonçalves reconhece a inegável pressão em cima das jovens, por isso, enaltece a necessidade da união de esforços dos profissionais envolvidos.

“Dentro da nossa equipe multidisciplinar temos psicólogos e terapeuta. Claro que isso tudo é pressão e é previsível. O que sustenta isso é a vontade. Se não houver o desejo de vencer, não dá certo”, conta.

A Miss Amazonas 2010, Lilian Lopes, ficou em 2º lugar no Miss Brasil e contou toda sua trajetória neste livro. Hoje, Lilian é dançarina do programa Domingão do Faustão, da Rede Globo.


Três perguntas

Sheislane Hayalla

Universitária e Miss Brasil Globo 2013

Quais são as três principais qualidades de uma miss?

Comprometimento, responsabilidade, força de vontade. Isso não pode faltar de jeito nenhum em uma miss. Não basta só querer.

Qual era sua rotina de cuidados pro concurso?

Academia, para ganhar tônus; clínica de estética para cuidar da pele, tirar manchas; aulas de etiqueta, postura, maquiagem, como manejar vestidos de gala, dentista. Também fiz curso de inglês e pretendo retomar em breve.

Ser miss é um sonho passageiro, que acaba com o concurso?

De jeito nenhum! Vou levar isso comigo pro resto da vida. É algo que eu queria desde criança e hoje vejo que é possível. Esse título vai servir para eu ajudar minha família e meus amigos, não apenas pelo orgulho, mas pra conseguir patrocínio, divulgação para ajudá-los se for preciso. Por mais que o titulo passe, vou me orgulhar de ser miss para sempre.

Publicidade
Publicidade