Publicidade
Entretenimento
COMPORTAMENTO

Medo de falar em público? Especialista ensina como vencer limitação para evitar perdas

Master coach em desenvolvimento de pessoas dá dicas de como aproveitar melhor as oportunidades no momento de falar em público 20/03/2017 às 05:00
Show 1206129
Segundo a master coach Gislene Isquierdo, é um medo comum, mas que não deve ser considerado normal (Foto: Divulgação)
Natália Caplan Manaus (AM)

Falar em público é considerado um dos maiores medos da humanidade, porque, segundo a psicologia, está ligado a outro temor: o da rejeição. Diante dessa realidade, Gislene Isquierdo, master coach especialista em desenvolvimento de pessoas há mais de 14 anos, revela ao VIDA & ESTILO algumas estratégias simples — mas poderosas — para ajudar qualquer pessoa a vencer esta limitação.

“É um medo muito comum, porém, não deve ser considerado normal. Um profissional que não consegue falar com o chefe, ou tem medo de expor ideias na frente dos colegas, ou que quando começa a falar não consegue passar a mensagem, acaba sendo prejudicado. Ou pensa que não tem formação/autoridade suficiente para falar, mesmo sendo um profissional super atualizado, acaba ficando para trás e não consegue se posicionar”, ressalta.

De acordo com a psicóloga, o primeiro passo é assumir as próprias emoções, sem mentir para si mesmo nem fingir não ter medo. A segunda atitude é não tentar vencer o medo, mas utilizá-lo ao seu favor. Em terceiro lugar, buscar melhorias pessoais, o desenvolvimento da habilidade de oratória; aproveitar as oportunidades no dia a dia e ser espontâneo. Ter apoio e não “se auto-sabotar” também são fatores essenciais. Abaixo, as dicas da especialista:

Assuma suas emoções: mentir para si mesmo e fingir não estar com medo não ajuda em nada, pelo contrário, só vai camuflar uma situação que pode trazer grandes perdas na vida, como baixa auto-estima, perdas profissionais, entre outras.

Não tente vencer o medo: é uma emoção natural do ser humano e serve como um conselheiro. Sem medo, muitas vezes a pessoa pode se jogar em uma situação sem preparo algum. O medo pode ser aquele quem vai te dizer ‘se prepare!’.

Busque se desenvolver: nenhum ser humano nasceu sabendo falar; É uma habilidade que aprendemos, inclusive, falar em público. Busque se desenvolver, fazendo cursos de oratória que ensinarão o que fazer (ou não fazer) e a controlar as emoções.

Aproveite as oportunidades: desde apresentar uma peça de teatro na comunidade, fazer uma leitura na igreja, uma pergunta na sala de aula, ler um texto em voz alta, conduzir uma reunião na empresa. É preciso treinar.

Seja espontâneo: muitas pessoas se portam de uma maneira extremamente formal quando estão diante de um público. E aí, acabam tendo brancos, pois ficam ainda mais nervosas e ansiosas. Quanto mais natural, mais as ideias fluirão e as pessoas se conectarão.

Busque apoio: ter uma pessoa que apoie o desenvolvimento na superação de desafios é muito importante. Busque alguém que já fale em público com segurança, como inspiração, e que, ao mesmo tempo, tenha conhecimento para corrigir e apoiar de forma correta.

Pare de se auto-sabotar: toda pessoa tem um sabotador dentro de si. Exemplos de pensamentos: ‘sou tímido’; ‘eu não consigo’; ‘é muito difícil’; ‘não sou bom para fazer isso’; ‘preciso estudar mais, o que eu sei é muito básico’; ‘e se ninguém prestar atenção?’; ‘não tenho o dom’, etc. Será que o lado sabotador está falando muito alto?

Publicidade
Publicidade