Publicidade
Entretenimento
Cinema

Fãs falam da expectativa para "Esquadrão Suicida", que tem pré-estreia hoje

A temática dos anti-heróis é um dos assuntos que mais prendem os entusiastas 03/08/2016 às 12:01 - Atualizado em 03/08/2016 às 16:05
Show b0103 22f
Filme despertava o interesse do público a cada trailer
Laynna Feitoza Manaus (AM)

Os tempos mudaram. Os heróis tradicionais, antigamente tão engomadinhos e cultuados nos filmes, quadrinhos e afins acabaram não tendo mais tanta graça assim para alguns: quem passa a empolgar são os anti-heróis – ou os vilões escrachados e sujos que, de tanto caírem nas graças do público, se tornam tão amados quanto os mocinhos. Isso foi o que fez tanta gente, desde o ano passado, esperar ansiosamente por “Esquadrão Suicida” (Suicide Squad) nos cinemas, cuja pré-estreia é hoje e a estreia oficial é amanhã.

Não se fala mais em outra coisa desde que os primeiros trailers foram lançados, ainda no ano passado. O filme é inspirado nos quadrinhos da DC Comics e dirigido por David Ayer, que escalou um time de peso para a produção. As expectativas do público, ao que se nota nas redes sociais, recaem em grande parte sobre o Coringa do ator e cantor Jared Leto, mas atores a exemplo de Margot Robbie, como Harley Quinn (ou Arlequina); Viola Davis como Amanda Waller e Will Smith como o Pistoleiro são alguns dos principais nomes citados pelo público, na lista dos anti-heróis cujas performances são as mais aguardadas.

A sinopse oficial do filme mostra que alguns dos criminosos mais perigosos dos Estados Unidos seriam recrutados pelo governo para dar fim a uma poderosa e quase indestrutível entidade. O que os vilões não sabiam é que foram contratados justamente por serem terríveis e não terem valor nenhum – dessa maneira, eles poderiam morrer na tal missão sem despertar falta em ninguém. Ainda de acordo com a sinopse, continuar com a missão ou escolher sobreviver por conta própria são as opções destinadas aos vilões.

Expectativas

Em Manaus, alguns fãs já se mostram animados para a estreia do filme. O empresário Murilo Faleiros, 26, confessa que é “time Marvel”, mas admite que assim como Deadpool o conquistou, a temática de trazer os vilões como “heróis” é o diferencial de “Esquadrão Suicida”. “É o que atrai para ver o filme. Além do que usar personagens como Arlequina e o Pistoleiro que nunca foram bem explorados nas telas, dá uma atração a mais, pois são personagens muito queridos pelos fãs de quadrinhos”, destaca ele.

Na contramão daqueles que apostam todas as fichas no Coringa interpretado por Jared Leto, Faleiros afirma que não é o palhaço que detém sua preferência. “Arlequina e Amanda Waller, duas mulheres fortes e determinadas. Loucas, claro! Mas serão as estrelas do filme”, complementa, destacando qual atriz/personagem acredita que liderará a trama. “Viola Davis é uma deusa no quesito atuação, e se tem uma pessoa que pode trazer o lado sombrio e maligno de Amanda Waller, é ela”, assegura.

Já a universitária Rebeca Loyce, 22, coloca que gosta dos anti-heróis, mas o que a chamou a atenção no filme foram os atores cotados para fazer os papéis. “Sem dúvidas quem irá roubar a cena com toda a sua loucura, como já é mostrado em partes dos teasers é a Harley Quinn (Arlequina), mas eu espero ser surpreendida pela Magia (Cara Delevingne), pois é pouco mostrada nos trailers”, diz ela.

Rebeca conta ainda que nos trailers não foi mostrado os vilões que serão enfrentados, o que desperta a curiosidade. “Mas espero que seja adaptação de alguma missão que eles participam nas HQs”, pontua. Loyce espera ansiosamente ver o desempenho de Jared Leto como Coringa – tão questionado nas redes sociais e comparado aos Coringas de Jack Nicholson e Heath Ledger. “Ele é conhecido por sempre se entregar e viver o personagem que o mesmo interpreta”, diz ela. Vejamos.

 

Publicidade
Publicidade