Publicidade
Entretenimento
ARTES

Festival 5 Minutos em Cena integrará circo, dança, teatro e perfomance em Manaus

Evento ocorrerá entre os dias 25 a 27 deste mês em pontos diferentes da cidade. Atividades e programações são gratuitas 12/07/2018 às 13:22 - Atualizado em 12/07/2018 às 14:01
Show bv0312 61f
Foto: Divulgação
Mayrlla Motta Manaus (AM)

Três dias de artes integradas. A segunda edição do Festival 5 Minutos em Cena destacará o circo, a dança, o teatro e a performance entre os dias 25 e 27  deste mês em pontos diferentes da cidade. Com acesso gratuito, o evento contará com rodas de conversas, apresentações, shows musicais e oficinas. 

De acordo com o produtor cultural e organizador do festival, Fábio Moura, o diferencial dessa edição está no aumento de oficinas e apresentações artísticas, divididas em três dias. “O evento tem como objetivo integrar os fazeres artísticos das linguagens do circo, da dança, do teatro e da performance em um único evento repleto de diversidade estética, valorizando a arte e a cultura local”, destaca o organizador. 

No dia 25, a programação inicia com um Pocket Festival, a partir das 15h, no Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Elisa Bessa Freire, localizado na Av. Itaúba, s/n, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste da cidade. Na ocasião, serão apresentadas sete cenas teatrais, além de uma roda de conversa com os alunos da escola. “É mais um momento para que os alunos tirem dúvidas sobre as cenas apresentadas diretamente com o artistas”, explica Fábio. 

Oficinas gratuitas

O segundo dia de Festival será marcado pelas oficinas de “Parada de Mão” com Jean Winder, “Teatro de Rua” com Jhon Castro, “Hip Hop Dance” com Talita Menezes e “Passinho” com Vitinho (BH), a partir das 14h, no Centro Cultural Palácio da Justiça, situado na Avenida Eduardo Ribeiro, nº 901, Centro. 
As inscrições podem ser feitas através de um formulário do Google disponível na página Panorando, no Facebook. Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone 99337-2833.  

Parada de mão

O artista cênico Jean Winder explica que a oficina de “Handstand”, também chamada de parada de mão, consiste numa habilidade circense em que a pessoa se equilibra nas mãos. Serão trabalhadas na oficina técnicas de respiração, flexibilidade, força específica, equilíbrio, resistência e preparação física ampliando a consciência corporal. 
A atividade é direcionada a todas as pessoas que estejam aptas para praticar atividades físicas de alto rendimento, segundo o oficineiro. Ele destaca ainda as habilidades a serem beneficiadas com a oficina.

“Ofereceremos ferramentas que possibilitem a prática correta deste exercício com foco principal nas posturas e encaixes do corpo. A parada de mão é uma atividade desafiadora para o ser humano pois altera a relação do corpo com o espaço, proporcionado uma nova forma de perceber e estar no mundo”, pondera o técnico em artes circenses pela Escola Nacional de Circo

do Rio de Janeiro.

Encerramento e show 

O encerramento do festival realizado pela Rede Panorando vai contar com a apresentação de 15 cenas teatrais no palco do Teatro Amazonas, no dia 27, a partir das 19h.   As cenas foram selecionadas dentre 76 inscritas. Posteriormente, às 21h, a banda Gramaphone encerrará o evento em grande estilo no Largo São Sebastião.

Serviço

25 de julho, às 15h : Pocket Festival, com a apresentação de algumas cenas selecionadas e rodas de conversas no Ceti Elisa Bessa Freire, na avenida Itaúba, s/n - Jorge Teixeira, Manaus - AM.

26 de julho, a partir das 14h: Oficinas de Passinho, Parada de Mão, Danças Urbanas e Teatro de Rua, no Centro Cultural Palácio da Justiça, na av. Eduardo Ribeiro, 901 - Centro, Manaus - AM.

27 de julho, às 19h: Festival Integral no Teatro Amazonas, na av. Eduardo Ribeiro, Centro, Manaus - AM.

27 de julho,  às 21h: Atração Musical com a Banda Gramophone, no Largo de São Sebastião.

Cenas participantes

Balé Negro – Holograma;
Clowntidiano/O Ônibus – Cacompanhia;
Complexo de Édipo - Cia de Dança Caminhos das Águas;
Duo Ar - Acrobacia Manaus;
Fragmento 27.07 - Cia Um de Nós;
Isto Não é Dança – Entrecorpus Cia de Dança;
O Feixe - Caio Muniz;
O Mendigo ou o Cão Morto – Criattor;
O Peso da Carne - Jean Winder;
Passinho - Passistas Dancy/MG;
Por que Morrem os Bodós? – Tabihune;
Só’rio - Karine Magalhães;
Você Vai se F. de Verde e Amarelo/Arte Inabilitada: carta de anuência/aceite -  Francisco Rider;
ZDP - Will Cruz.

Publicidade
Publicidade