Publicidade
Entretenimento
TRADIÇÃO

Festival Folclórico Mocambo do Arari começa hoje na zona rural de Parintins

Os pássaros “Jaçanã” e “Pavão Misterioso”, assim como as quadrilhas “De Mãos Dadas no Arraiá” e “Peti na Roça” são atrações da primeira noite 28/07/2017 às 19:04
Show espalha emo  o  9
O amarelo do boi-bumbá Espalha Emoção se apresenta no domingo (Foto: Pedro Coelho/Divulgação)
Gerlean Brasil - Especial para A CRÍTICA Parintins (AM)

Já imaginou um boi de cor amarelo ou laranja? No Distrito do Mocambo do Arari, distante cerca de 4 horas de barco da cidade de Parintins a margem esquerda do rio Amazonas localizado a oeste no território do município, a arte permitiu essa proeza. O amarelo do boi-bumbá Espalha Emoção com o laranja do Touro Branco é o principal duelo do Festival Folclórico do Mocambo do Arari, há 14 anos no último final de semana do mês de julho.

O evento começa nesta sexta-feira e segue até domingo. Os pássaros “Jaçanã” e “Pavão Misterioso”, assim como as quadrilhas “De Mãos Dadas no Arraiá” e “Peti na Roça” são atrações da primeira noite de disputa do maior evento da zona rural de Parintins. Nas noites de sábado e domingo, os bois entram em cena no Centro Cultural Mocambódromo.

Trabalho artesanal

Cipó, cuias, talas, palhas, folhas e madeira extraídos da própria floresta. Essas são algumas das matéria-prima usadas pelos caboclos para construir as alegorias, especialmente dos bois.  Um espetáculo autêntico tecido pelas mãos de caboclos, define o artista plástico, Mestre Jair Mendes. “O que eles fazem no Mocambo é impressionante e é até bom ensinar a Parintins, por causa do custo. É lindo demais”, afirma o consagrado artista.

Mestre Jair Mendes se mostrou impressionado com o trabalho artesanal sem a utilização de ferro, solda ou roldana industrializada nas estruturas alegóricas. “É só de madeira, de tala. Coisas regionais. As roldanas são de madeira”, observou. O artista, reconhecido como pioneiro da engenharia cabocla, observou que a matéria-prima se distingue um pouco da utilizada nas primeiras décadas de alegoria no festival de Parintins.

Investimentos

O prefeito de Parintins, Frank Bi Garcia, afirma que os investimentos no Festival Folclórico do Mocambo do Arari no ano de 2017 somam aproximadamente R$ 100 mil, entre repasse de ajuda financeira aos grupos folclóricos e logística de operacionalização do evento. “Repassamos recursos aos pássaros, quadrilhas e bois. Não tenho dúvidas de que será um grande festival. A prefeitura definiu toda logística da realização do festival”, garante.

A administração pública municipal aposta no crescimento do Festival Folclórico do Mocambo do Arari a cada ano. O prefeito Frank Bi Garcia considera o maior evento cultural da zona rural de Parintins. “Não tenho dúvidas de afirmar isso. Com certeza o Festival Folclórico do Mocambo do Arari tem essa dimensão e já recebe muitas embarcações da capital do Estado do Amazonas”, assegura o gestor municipal.

Publicidade
Publicidade