Sábado, 19 de Junho de 2021
Artes integradas

Festival Labverde traz debates sobre meio ambiente e programação cultural

Evento virtual começa nesta terça (2) e segue até sábado (5), com palestras, mostras visuais e apresentações de música e dança



A1202-2R_CORRIGIR_A_PONTA_DOS_DEDOS_DELA_51400CFC-0D91-4F8C-B5AF-224C44E28351.jpg Djuena Tikuna é uma das artistas participantes do festival (Foto: Divulgação)
02/06/2021 às 14:52

Na Semana do Meio Ambiente, artistas, pesquisadores e ativistas imersos nas questões ambientais compõem o time que integra a programação da segunda edição do Festival Labverde. Realizado em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), o evento inicia nesta quarta (2) e segue até sábado (5) em ciclos de palestras, mostras de artes visuais e apresentações de música e dança, que estabelecem uma ponte entre arte, natureza, ciência e saberes ancestrais da floresta. A programação virtual será transmitida pelo canal do Festival Labverde na plataforma Youtube.

Segundo Lilian Fraiji, uma das curadoras do evento ao lado de Rita Mesquita e Rogério Assis, o tema do festival deste ano, “O amanhã é agora”, surgiu da compreensão de que não se pode depositar a esperança do meio em que vivemos no futuro, sendo necessária uma ação mais imediata. “Faz muito mais sentido hoje viver com vigor esse presente, esse tempo de aprendizado e olhar o passado para entender como é que chegamos aqui e quais os percursos que nós trilhamos. Quando falo de chegar aqui, estou falando dessa Amazônia que está sofrendo essa série de ameaças, como redução das áreas de conservação; uma Amazônia que está sofrendo com a pandemia de uma forma muito mais drástica do que outros países”, coloca Lilian.



Abordagens

Tanto os palestrantes quanto os artistas que participam do festival são, segundo Fraiji, pensadores que vem da Amazônia ou que nos ajudam a pensar sobre a região. “Todos os participantes tem essa abordagem em sua prática de produção, de forma mais intercultural ou mais transdisciplinar”, pontua a curadora amazonense.

Os debates vão abordar o passado profundo da Amazônia e conectar o público a essa outra temporalidade – mais ancestral, segundo a curadora. “Nos conectar ao ciclo de vida de uma árvore de 1.200 anos, nos conectar a um passado pré-colonial, para entendermos um pouco o nosso presente pandêmico e especular sobre as possibilidades do futuro da Amazônia”, coloca ela. Entre os palestrantes confirmados estão o filósofo Daniel Munduruku, o ecólogo Mário Cohn-Haft e o antropólogo João Paulo Barreto.

Os elementos artísticos do Festival Labverde retratam a ecologia da Amazônia, representando um pouco dessa biodiversidade da região e compreendendo o ser humano como parte desse ecossistema. “A obra ‘Yuíre’, de Moara Tupinambá, fala sobre como as doenças tropicais e como o desmatamento e a crise ambiental que a gente vive na Amazônia afeta a saúde da população e gera genocídio indígena. A obra ‘Fantasmas da Floresta’, de Yara Costa, tenta relacionar como o corpo coletivo da floresta influencia o nosso corpo como cidadãos da Amazônia. A obra ‘Taoca’, de Renata Cruz, nos ajuda a compreender como essa biodiversidade opera na floresta e como se dá as dinâmicas tão específicas desses processos de especiação”, completa Lilian.

Programação

DIA 02, QUARTA-FEIRA

19h - IARA / Artista InvisibleFlocks

19h10 - Amazônia Tempo Profundo

Palestrantes: Daniel Munduruku e Carolina Levis

Mediação: Lilian Fraiji

20h30 - Apresentação musical / Artista: Nelson D

DIA 03, QUINTA-FEIRA

19h - TAOCA / Artista Renata Cruz

19h10 - Subverter o Presente e Resistir ao Tempo

Palestrantes: Mario Cohn-Haft e Denilson Baniwa

Mediação: Lucy Souza

20h30 - Performance Artística / Aoruaura

DIA 04, SEXTA-FEIRA

19h - Yuíre / Artista: Moara Tupinambá

19h10 - Pandemia, epidemias, doenças tropicais e o ciclo eterno retorno

Palestrantes: João Paulo Barreto e Marcia Castro

Mediação: Rita Mesquita

20h30 - Fantasmas da Floresta / Artistas: Yara Costa e Marcus Maeder

DIA 05, SÁBADO

19h - Mostra ‘VER O TEMPO’

Fotógrafos: Alberto César Araújo, Bruno Kelly, Marcela Bomfim, Paula Sampaio e Rogério Assis

19h10 - Sonhos Coletivos e a Expansão do Amanhã

Palestrantes: Charles Clement e Paulina Chamorro

Mediação: Flávia Delgado Santana

20h30 - Show de encerramento / Artistas: Anne Jezini e Djuena Tikuna

Subeditora de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.