Sexta-feira, 03 de Abril de 2020
CULTURA

Festival lança Casa do Jazz com programação gratuita em Manaus

Casa das Artes, localizada na rua José Clemente, 564, Centro, ao lado do Teatro Amazonas, se transforma em Casa do Jazz, de 29 de fevereiro a 29 de março



TUBONES2_7E0D3AD1-A6E7-4445-A939-E3C665C5E28A.jpeg Foto: Divulgação/SEC
27/02/2020 às 13:37

Reunindo música, gastronomia, cinema e interatividade, a Casa das Artes, localizada na rua José Clemente, 564, Centro, ao lado do Teatro Amazonas, se transforma em Casa do Jazz, de 29 de fevereiro a 29 de março, para receber uma programação especial do 10º Festival Amazonas Jazz. O evento é uma realização do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa.

A Casa do Jazz funcionará diariamente, das 9h às 21h, com acesso gratuito para o público. Em parceria com o Cine Set, site manauara especializado em cinema e séries de TV, o espaço exibirá mais de 30 filmes que dialogam com o jazz. As sessões ocorrerão a partir das 19h, de segunda a quinta-feira; nas sextas-feiras serão exibidos dois filmes, às 17h e às 19h; e aos domingos, às 18h. A programação completa está disponível no Instagram do evento (@festivalamazonasjazz).



Um dos destaques da maratona de cinema é a elogiada série documental “A História do Jazz”, dirigida por Ken Burns, que registra a evolução do gênero desde o seu nascimento, em Nova Orleans (EUA). Toda quinta-feira serão exibidos dois episódios da série, seguidos de debate entre Renildo Rodrigues, integrante do Cine Set, e Rui Carvalho, diretor artístico do Festival Amazonas Jazz. O público também poderá participar do bate-papo.

Outros títulos confirmados na programação são “Bird”, “Whiplash”, “Chico & Rita”, “A Vida de Miles Davis”, “Susie e os Baker Boys”, “Bossa Nova”, “Chicago”, “Cotton Club”, “What Happened, Miss Simone?”, “O Cantor de Jazz”, “Kansas City”, “O Grande Gatsby”, “La La Land”, “O Homem do Braço de Ouro” e “Chet Baker – A Lenda do Jazz”.

Além dos filmes, os visitantes terão acesso a duas salas temáticas interativas. Uma delas, intitulada “Sala Experiência”, reproduzirá o ambiente dos tradicionais clubes de jazz de Nova York e fará uma homenagem à Amazonas Band, que está celebrando 20 anos de criação. O público poderá tirar fotos no cenário e, com óculos de realidade virtual, escolher entre vivenciar a experiência de estar ao lado da orquestra em um palco ou acompanhar um garçom narrando a história do surgimento do jazz.

Para quem sonha em ser músico por um dia, a “Sala Conheça o Som do Jazz” oferecerá a oportunidade de tocar um instrumento de sopro – saxofone, trombone, trompete ou flauta transversal. Os sons de cada instrumento serão ouvidos individualmente através de fones por quem estiver tocando e, ao final da experiência, serão reunidos e reproduzidos para os participantes. 

A Casa do Jazz ainda sediará uma lojinha com produtos personalizados do Festival Amazonas Jazz e o Café Blue In Green, que tem o nome inspirado em uma canção do trompetista e compositor norte-americano, Miles Davis (1926-1991), um dos mais lendários músicos do gênero.

“Também estamos programando intervenções musicais no Largo de São Sebastião ao estilo de Nova Orleans, berço do jazz, onde artistas e bandas surpreendem o público com performances incríveis nas ruas”, acrescenta a produtora executiva e coordenadora geral do festival, Inês Daou.

As apresentações de jazz ocorrerão todos os sábados, começando neste fim de semana. A primeira atração será o Tubones Coral, grupo da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) formado por 12 músicos – oito trombones tenores, dois trombones baixos, uma tuba e uma bateria –, e coordenado pelo diretor da Escola Superior de Artes e Turismo (Esat/UEA), professor Fábio Carmo.

O festival 

Em sua 10ª edição, o Amazonas Jazz movimentará a cidade com mais de 30 eventos, que vão de espetáculos musicais, passando por workshops, palestras e masterclasses gratuitos, até um roteiro gastronômico reunindo bares, restaurantes, casas noturnas, entre outros estabelecimentos do setor.

O Teatro Amazonas será palco de 16 concertos, dois por noite, com artistas que formam a nata do jazz nacional e internacional. Os ingressos estão à venda na bilheteria do teatro e no site Bilheteria Digital (www.bilheteriadigital.com) por valores que variam de R$ 20 a R$ 80.

A programação completa do festival pode ser conferida no site oficial do evento: www.festivalamazonasjazz.com.br. 

*Com informações da assessoria

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.