Publicidade
Entretenimento
Música

Festival Universitário tem realização adiada para o final do mês de março

Programado para os dias 19 e 20 de janeiro, evento foi adiado para 30 e 31 de março por conta de questões estruturais e de logística, de acordo com organizadores 16/01/2017 às 18:43
Show zeca
Zeca Baleiro foi uma das atrações da última edição do FUM, realizada em 2007, no Centro Cultural Povos da Amazônia (Foto: Francisco Araújo/Arquivo A CRÍTICA - 30/09/2007)
Jony Clay Borges Manaus (AM)

Inicialmente programado para acontecer nos dias 19 e 20, quinta e sexta-feira, o 20º Festival Universitário de Música (FUM) terá sua programação adiada para os dias 30 e 31 de março. A mudança de data se deu por conta de questões estruturais e de logística na Universidade Federal do Amazonas, local previsto para realização do festival, segundo informações do Diretório Central dos Estudantes da instituição (DCE/Ufam), responsável pelo evento.

De acordo com a entidade, a programação cultural do FUM deverá ser mantida, com destaque para a mostra competitiva de música, voltada a artistas e/ou grupos formados por universitários, dentre as quais serão eleitas as três melhores em 1º, 2º e 3º lugares. Haverá ainda apresentação de trabalhos e performances em outras linguagens, como teatro, dança e Hip Hop, além de encontros e debates.

Até hoje (dia 16), mais de 30 artistas e grupos musicais haviam efetuado inscrição para participar do evento. Eles estão sendo informados sobre a mudança por meio de um novo regulamento divulgado pelo DCE/Ufam.

A 20ª edição do FUM será a primeira após dez anos sem o festival, que foi realizado pela última vez em 2007. O evento é uma realização em parceria do DCE/Ufam com a União Estadual dos Estudantes do Amazonas (UEE/AM), União Nacional dos Estudantes (UNE) e Centro Universitário de Cultura e Arte da UNE (CUCA).

O FUM tem como principal objetivo promover o debate político cultural, integração artístico cultural entre a comunidade acadêmica, descobrindo, valorizando os talentos musicais dos acadêmicos do Estado do Amazonas.

“Uma das nossas propostas enquanto chapa era a retomada do festival, como uma forma de abrir espaço para as criações artísticas que hoje existem na Ufam. A ideia é resgatar essa produção e levar ao palco, não apenas no campo da música, mas também das artes cênicas, do Hip Hop, entre outras”, declara Kennedy Costa, integrante do DCE/Ufam e diretor da Regional Norte da UNE.

No período até a nova data de realização do FUM, os organizadores do evento esperam ter a adesão de outros nichos do circuito acadêmico em Manaus e em outros municípios. “Agora vamos fazer uma mobilização, pois a ideia é não restringir o evento apenas à Ufam, mas estender a outras universidades e também ao interior do Estado”, antecipa Kennedy.

Mais informações sobre o 20º FUM podem ser obtidas na página do evento no Facebook.

Bienais no AM e CE
Antes da realização do FUM, as atrações inscritas no festival serão convidadas ainda a apresentar seus trabalhos na 4ª Bienal da UEE/AM, nos dias 29 e 30 deste mês, em Manaus. O evento acontece em paralelo às atividades da 20ª Bienal da UNE, a ser realizada de 29 de janeiro a 1º de fevereiro, em Fortaleza.

Publicidade
Publicidade