Domingo, 17 de Novembro de 2019
Vida

Filmes alternativos são foco de nova campanha em Manaus

Críticos e realizadores lançam página para centralizar campanhas pela vinda de filmes não comerciais à cidade



1.jpg Indicado ao Oscar, ‘Nebraska’ é um dos filmes que a campanha espera trazer a Manaus
09/02/2014 às 15:07

As iniciativas nas redes sociais em prol da apresentação de produções de cunho não comercial no circuito de exibição de Manaus acabam de ganhar um reforço. Trata-se da Campanha por Filmes Alternativos em Manaus, comunidade criada no Facebook com o objetivo de auxiliar na mobilização pela vinda de filmes de arte, independentes e outros para as salas de cinema da cidade.

No ar desde a noite da última quinta-feira, a Campanha por Filmes Alternativos em Manaus já acumulava mais de 250 curtidas até a tarde de sexta (7). A iniciativa de criar a comunidade foi de um grupo de jornalistas, críticos de cinema e realizadores audiovisuais da cidade: Caio Pimenta, Camila Henriques, Diego Bauer, Ivanildo Pereira, Susy Freitas e Zeudi Souza.



Unindo forças
O objetivo da comunidade, informado na descrição no Facebook, é o de “centralizar campanhas nas redes sociais por filmes alternativos em Manaus” e, por meio do interesse demonstrado pelo internautas na rede, “pressionar redes de cinema da cidade e distribuidoras”.

A proposta, segundo o crítico e jornalista Caio Pimenta, é lançar sempre campanhas de três filmes por mês. Aquela que tiver a maior adesão do público – segundo o número de compartilhamentos, curtidas e comentários recebidos – será levada ao conhecimento dos responsáveis pelo circuito de exibição. “Vamos entrar em contato com as distribuidoras e as redes de cinema para mostrar esses resultados”, explica.

Filmes eleitos
Em seu lançamento, a comunidade trouxe campanhas de três longas-metragens: “Tatuagem”, “Vidas ao vento” e “Nebraska”. Os títulos foram escolhidos em conjunto pelos administradores da comunidade. Mais à frente, as campanhas serão escolhidas por internautas, a partir de uma lista de filmes que não conseguiram chegar ao circuito local.

Pimenta e seus parceiros ainda não sabem se a mobilização surtirá efeito, mas não têm dúvidas quanto à necessidade de se tentar chegar lá. “É algo que a gente precisa na cidade, pois são tantos os filmes que não chegam aqui. Com isso, buscamos fazer a nossa parte”, destaca Pimenta, assinalando a importância da adesão dos fãs de cinema da cidade à causa.

“Quanto mais gente compartilhar, curtir ou comentar as campanhas, mais poderemos mostrar às redes e distribuidoras que há gente interessada nessas produções”.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.