Publicidade
Entretenimento
Fotografia

Fotógrafo local se destaca com imagens de bandas de rock

Ex-atleta e baterista da Roadstar Rock Band, Kiko Sanches cita o preparo físico e o conhecimento em música também como outros fatores determinantes 22/05/2016 às 11:43
Show 1078313
Nando Reis, Angra, Almah, Mantanza e Marky Ramone são outros artistas que Kiko fotografou durante a passagem deles por Manaus (Kiko Sanches / divulgação)
Lídia Ferreira Manaus (AM)

Após ficar conhecido na área do esporte, com fotos publicadas em revistas internacionais,  o fotógrafo local Kiko Sanches se destaca também na cobertura de shows, especialmente de rock. Com apenas três anos de carreira, o profissional, que também é músico, clicou lendas como Marky Ramone e outros vários artistas nacionais em shows realizados em Manaus. Agora ele  dá mais um passo na carreira cobrindo apresentações fora do Estado. 

O mês de março marcou o primeiro trabalho  de Kiko Sanches em um show internacional. Ele foi credenciado para cobrir uma noite de apresentações no House of Blues Boston, em Boston, nos Estados Unidos. O line up da noite teve destaques do rock mundial como Havok, Children of Bodom, Megadeth – banda que tem o brasileiro Kiko Loureiro como guitarrista, além de Suicidal Tendencies. “É difícil alguém que mora fora do eixo Rio-São Paulo conseguir projeção pois estamos em uma cidade que tem muitas limitações geográficas, fica caro o deslocamento. Mas foi fotografando em Manaus que consegui mostrar meu trabalho”, fala.

Foi exatamente em um show local, em 2014, que Kiko deu o click certo. Ele foi o primeiro a fotografar a nova formação da banda  Suicidal Tendencies, uma imagem registrada nos bastidores, momentos antes do grupo entrar no palco. “Vários sites publicaram a foto, os fãs repostaram nas redes sociais  e a própria banda pediu para utilizar como uma foto oficial de divulgação. Eles gostaram  e me convidaram para cobrir outros shows”, revela. 

Nando Reis, Angra, Almah, Mantanza e Marky Ramone são outros artistas que Kiko fotografou durante a passagem deles por Manaus. “Hoje está muito mais fácil fazer um registro, o diferencial é fazer um registro de qualidade. Procuro sempre conhecer sobre o grupo  e também conhecer os integrantes antes do show.  Quando o artista conhece o fotógrafo ele fica mais à vontade para interagir com câmera. Isso faz a gente conseguir o material”. 

Ex-atleta e baterista da Roadstar Rock Band, ele cita o preparo físico e o conhecimento em música também como outros fatores determinantes . “Saber os momentos que vão acontecer os solos de guitarra, por exemplo, e ter pique para acompanhar a movimentação no palco faz toda diferença. Tudo acontece em um instante, no calor da emoção”, finaliza.  
 
 

Publicidade
Publicidade