Publicidade
Entretenimento
Concurso

'Fui a Miss Brasil escolhida pelo público', diz Brena Dianná, Miss Amazonas 2016

Parintinense conta com exclusividade ao BEM VIVER tudo o que rolou no confinamento do Miss Brasil 2016 11/10/2016 às 12:07 - Atualizado em 11/10/2016 às 12:07
Show brena
A bela continuará cumprindo os compromissos como Miss Amazonas e Rainha do Folclore do Caprichoso (Foto? Yraq Lima/Divulgação)
Laynna Feitoza Manaus (AM)

As enquetes experimentais dos sites Ego e R7 falavam a verdade: pelo que dependeu do público, a Miss do Povo é Brena Dianná. E não somos nós quem estamos dizendo, mas sim todos aqueles que votaram na enquete oficial do Miss Brasil Universo 2016 e a colocaram entre as 15 mais belas mulheres do País. Ela pode não ter levado a coroa principal, mas trouxe para o Amazonas muita história pra contar durante as quase duas semanas que permaneceu confinada em São Paulo com as outras 26 candidatas. E isso é o que ela conta com exclusividade ao BEM VIVER.

Durante os dias que antecederam o concurso, as 27 misses cumpriram várias atividades, como gravações, testes de biquíni, maiôs e roupas que as candidatas usariam no dia do concurso. “Tivemos aulas de passarela e aulas de dança que apresentaríamos no palco. Bem como ações com patrocinadores”, destaca a Miss Amazonas 2016. Brena infelizmente não teve a oportunidade de mostrar a dança do boi-bumbá típica de nossa região para as colegas de confinamento, mas volta e meia falava da diversidade cultural da terra, da natureza e pontos turísticos da cidade.

“Assim como a culinária diversificada e maravilhosamente única que só tem aqui no Amazonas, muitas Misses não tinham ouvido nem falar no tucupi e tucumã. Mostrei várias fotos e elas ficaram com uma enorme vontade de vir conhecer de perto as nossas riquezas”, aponta ela. Uma das coisas mais legais era ver, diante dos snaps e demais posts nas redes sociais, o quanto as candidatas interagiram amigavelmente, apesar da competição.

“Nos bastidores e em nossas vidas pessoais, era uma alegria só, a amizade imperava. Construímos laços de afeto e um lugar para ficar em cada parte desse Brasil”, coloca Dianná, que durante o confinamento carregou uma imagem de Nossa Senhora que uma grande amiga deu a ela. “E me deu muita sorte. Mas no dia do concurso me abracei a apenas um sentimento: a fé que me conduziu a dar ali o meu melhor. No mais, entreguei nas mãos de Deus”, declara ela.

O concurso foi todo exibido ao vivo. Segundo Brena, foram 4 horas de ensaios durante oito dias para que tudo ocorresse perfeitamente. Durante o programa, Brena apareceu um pouco diferente do que o público amazonense estava acostumado a ver, com cabelos partidos ao meio e sobrancelhas bem menos marcadas. “A maquiagem e o cabelo foram a critério da equipe do concurso”, esclareceu a morena.

Desculpas

Dianná chegou a pedir desculpas nas redes sociais por não ter conquistado o título. “Uma grande torcida estava aguardando o melhor de mim, pessoas de todos os estados torciam. Não é a toa que liderei todas as enquetes nas redes sociais e fui a Miss Brasil escolhida pelo público. E em todas essas enquetes esperava-se no mínimo um Top 5. E eu tinha muito para mostrar, mas não pude prosseguir ficando somente entre as 15 classificadas”, opina ela.

Brena chegou a sofrer rejeição de um público que não a enquadrava no biotipo que o concurso exige. “Muitas vezes fui taxada de ‘gorda’, ‘musculosa’, entre outros adjetivos. Mas não cabe a mim dizer o que é certo ou errado. Existe um padrão e ele deve ser seguido. Infelizmente tive pouco tempo para me preparar, mas no pouco tempo que tive, me doei, me esforcei”, pondera.

Repercussão

Dianná não esperava que sua imagem renderia tanta projeção. “Eu fui ao concurso com o objetivo de levar a bandeira do meu estado para a melhor colocação possível, só não imaginava a repercussão que teria. Nosso estado é repleto de mulheres lindas, com potencial, repleto de pessoas guerreiras, de artistas, de pessoas que trabalham duro todos os dias para dar o melhor para suas famílias. Um povo caloroso, receptivo, que trata todo turista da melhor forma possível”, afirma.

A bela garante que o nome Amazonas foi sua principal pauta no Miss Brasil 2016. “Eu estava representando cada um de nós amazonenses, me senti na responsabilidade de fazer valer a bandeira que eu estava carregando e eu consegui e é isso que me conforta. Não trouxe a coroa, mas trouxe o reconhecimento de pessoas de cada parte desse Brasilzão. Fiz eles olharem pra cá, comentarem e reconhecerem”, acrescenta.

Brilho ao folclore continua

Aos ansiosos por saber se Brena continuará Rainha do Folclore do boi Caprichoso, ela garante: “Continuarei. O Boi é minha segunda família! Faz parte de mim e não me vejo fazendo outra coisa. Sei que um dia terei que me desligar, e seguir outra carreira. Mas enquanto eu puder conciliar, continuarei fazendo a coisa que me traz tanta alegria e orgulho. O orgulho e o sentimento inexplicável que sinto quando entro naquela arena e demonstro todo o meu amor por esse item e por esse Boi tão amado”.

Publicidade
Publicidade