Publicidade
Entretenimento
Vida

Galeria de Arte Itinerante Manoel Borges segue funcionando em contêiner, em Manaus

 O projeto terá início na próxima semana, circulando nas escolas de todos os bairros de Manaus e, depois seguirá ao interior do Estado 02/10/2015 às 15:36
Show 1
De acordo com o secretário de Estado da Cultura, Robério Braga, a intenção do projeto é disseminar totalmente o conhecimento das artes plásticas
acritica.com Manaus (AM)

O Plano de Ação para a Cultura 2015/2016 do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, segue ativo neste sábado (03) às 9h, com uma intervenção artística no container que servirá como Galeria de Arte Itinerante Manoel Borges. O projeto terá início na próxima semana, circulando nas escolas de todos os bairros de Manaus e, depois seguirá ao interior do Estado.

A intervenção artística no container será uma série de painéis de grafite feita pelos artistas Turenko Beça, Dabela Neto, a dupla I Love Magenta e Rodrigo Pot. Os quatro últimos são da Point Paint Grafitti. A ação acontecerá no Azevedo Transportes, Av. dos Oitis (Estrada do Puraquequara), no Distrito Industrial II.

De acordo com o secretário de Estado da Cultura, Robério Braga, a intenção do projeto é disseminar totalmente o conhecimento das artes plásticas. ”É um processo, inclusive, educativo como orientação do Governador José Melo. Será um ótimo projeto para divulgar nossos artistas e descobrir novos talentos”, declarou.

Para Turenko Beça, a intervenção artística será toda uma alusão à arte contemporânea. “Será uma junção de trabalhos de cinco artistas, mas interligados um ao outro. Também faremos as letras do nome da galeria”, explicou. Os artistas vão pintar toda a estrutura do container de 12 metros de largura por 2,5 metros de altura. O projeto tem apoio da BMC Tintas Suvinil.

Galeria Manoel Borges

A Galeria de Arte Itinerante Manoel Borges estreia na próxima quinta-feira, dia 8, na Escola Estadual Dra. Zilda Arns Neunam (Conjunto Cidadão V

A Galeria abrirá com a exposição “Produção Baré”, com curadoria do artista plástico Jandr Reis. Serão 23 obras de artistas amazonenses que compõem o acervo da Pinacoteca do Estado.

“Na exposição, ressaltamos o próprio Manoel Borges, mais Bernadete Andrade, Moacir Andrade, Oscar Ramos, Jair Jacqmont, Otoni Mesquita, Homero Amazonas, entre outros”, revela Jandr, que também terá um trabalho exposto.

Manoel Borges, que dá nome à Galeria, é amazonense, nasceu em 1944 e faleceu em 1987. Foi pintor, desenhista e fotógrafo, cujo estilo realista e naturalista aproximou-se mais do aspecto acadêmico.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade