Sábado, 14 de Dezembro de 2019
CARNAVAL 2020

Galo de Manaus fará homenagem para Elba Ramalho no Carnaval de 2020

Criado em 2004, bloco inspirado no Galo da Madrugada já é tradição no Carnaval de Manaus e promete reunir uma multidão na terça-feira gorda



elba_ramalho_4C13A76C-3C18-4F7D-BB3A-0945D09A568B.jpg Elba é dona de uma voz inconfundível que é pura melodia e brasilidade
22/11/2019 às 16:09

Um dos blocos mais tradicionais da cidade, o Galo de Manaus anunciou homenagem à cantora nordestina Elba Ramalho. A festa, que será na terça-feira gorda (25 de fevereiro de 2020), a partir das 15h, no Sambódromo, promete um verdadeiro "banho de frevo" para os foliões. 

Dona de uma voz inconfundível, carregada de um sotaque nordestino que é pura melodia e brasilidade, a cantora Elba Ramalho tem sido a diva absoluta dos blocos e embalados os carnavais de raiz por todo o Brasil. Fazendo justiça ao talento de Elba, o Galo de Manaus, maior bloco carnavalesco do Amazonas, fará uma grande homenagem a ela com músicas que marcaram sua carreira.



O compositor pernambucano Eriberto Brandão compôs um frevo especialmente para esta homenagem. Todas as atrações convidadas, nos palcos e trios, irão apresentar em parte de seus repertórios, uma homenagem à Elba Ramalho, executando alguns de seus maiores sucessos e contando parte de sua história. 

O Galo de Manaus foi criado em 2004, por um grupo de permabucanos e é inpirado no Galo da Madrugada, tradicional bloco do Recife. Em Manaus, o bloco começou pequeno, nas ruas do conjunto Eldorado, e em poucos anos alcançou proporções de megafesta (vaja abaixo). Hoje é um dos maiores da cidade. No Carnaval de 2019, o homenageado foi Alceu Valença.

Mais que uma festa
Segundo o produtor cultural Theo Alves, da Coração Blue produções e eventos, responsável pela realização do bloco desde 2009, o propósito do Galo é realizar muito mais que uma festa de carnaval, mas um momento de lazer que una diversão, qualidade artística, segurança e responsabilidade social.

“Arrastamos uma multidão todos os anos e não podemos perder a oportunidade de orientar, de educar, de servir e devolver a sociedade o que recebemos. Precisamos ir além do entretenimento e deixar um legado cultural, social e de cidadania através de campanhas de prevenção, de combate a todo e qualquer tipo de discriminação, preconceito, racismo e intolerância”, disse.

Antes e durante o evento, os foliões serão incentivados a participar de uma grande campanha de arrecadação voluntária de donativos, que incluem: Ração para cachorros ou gatos, leite em pó integral, arroz, feijão, macarrão, fralda geriátrica e fralda infantil, que serão entregues a ONGs parceiras, num verdadeiro carnaval da inclusão e da solidariedade.

ONGs Parceiras

SRD – SEM RAÇA DEFINIDA – @semracadefinida que auxilia na

conscientização e políticas públicas da causa animal.

RDS – Raio de Sol – @gruporaiodesol Prevenção, acolhimento social, orientação psicológica para pacientes com doenças do sangue.

RNP+AM – Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/AIDS – @rnp_amazonas – Prevenção, acolhimento social, orientação psicológica e jurídica.

SLD – Salada Solidário – @saladasolidario – Ações com pessoas em situação de risco, asilos, creches e comunidades afastadas.

Linda história

Criado em 2004 por pernambucanos que vieram morar na capital amazonense, o Galo de Manaus surgiu para matar a saudade daquele que é considerado o maior bloco de carnaval do mundo: o Galo da Madrugada. Ao longo dos 17 anos de existência, o Galo de Manaus cresceu e ganhou o carinho dos manauaras, sendo obrigado a cada dois anos a procurar um lugar maior pra receber o povo.

No início, um pequeno trio elétrico e pouco mais de 50 pessoas indo da praça de alimentação do D Pedro para a praça do Conjunto Tocantins. Hoje atrai uma multidão, aproximadamente 140.000 foliões já anseiam pelo o último dia de carnaval para se divertirem ao som de uma grande mistura de ritmos que vais desde os nordestinos, frevo, maracatu, forró, axé , swingueira passando pelas tradicionais marchinhas, música eletrônica, música sertaneja e pelos ritmos amazônicos como Guitarrada, Beiradão, Carimbó e Boi Bumbá.

Nos últimos anos, o Galo tem prestado homenagens a ícones da cultura nordestina. Já homenageou Ariano Suassuna (2016) com o "Auto do frevo", Luiz Gonzaga (2017) com "O baião frevou", Reginaldo Rossi (2018) com "Mon amour, meu bem, meu frevo" e Alceu Valença (2019) com o "Galo Maluco Beleza". Em 2020, o tema será "Banho de frevo"

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.