Publicidade
Entretenimento
Vida

Games antigos são relembrados em filme e evento em Manaus

Filmes como a estreia ‘Pixels’ e eventos como o ‘Manauara Game Party’ confirmam a resiliência dos jogos 8-bit  29/07/2015 às 11:38
Show 1
No filme “Pixels”, várias estrelas dos jogos da década de 80, como o Pac-Man, invadem a Terra a mando de alienígenas
LUCAS JARDIM ---

Mesmo num momento em que os games não param de evoluir e estão mais do que consolidados como força-motriz de uma indústria que movimenta bilhões de dólares por ano, os entusiastas do setor não esquecem dos jogos do passado.

Quando as primeiras iniciativas do que viria a atingir patamares verdadeiramente artísticos nas décadas subsequentes começaram a surgir, nos anos 80, os consumidores consumiam jogos hoje considerados rudimentares, em que a estética 8-bit e musiquinhas monofônicas davam o tom.

Essas limitações não impediram jogos como Pac-Man e Tetris de virarem verdadeiros clássicos e estabelecerem um “look” revisitado até hoje na moda e na música (o estilo musical denominado chiptune, por exemplo, é todo baseado na sonoridade da trilha dos primeiros videogames).

Estreia pixelada

O filme “Pixels”, que chega ao circuito nacional hoje, é o exemplo de que esses “revivals” estéticos também estão presentes no cinema.

Na trama, estrelada por Adam Sandler, a Terra é ameaçada por alienígenas que tiveram acesso aos jogos oitentistas, os interpretaram como um chamado para a guerra e vieram ao planeta desafiar os terráqueos.

Nesse intuito, bombardeiam o mundo com “pixels”, os pontos luminosos que formam uma imagem digital.

Quando as forças militares se provam inúteis contra a ameaça, o governo dos Estados Unidos chama os nerds, entre eles, Sam Brenner (Adam Sandler) para enfrentar os invasores.

O filme também conta com Peter Dinklage, famoso pela série “Game of Thrones” (aumentando por si só o fator “nerd” do filme), no elenco, e uma participação especial do japonês Toru Iwatani, inventor do Pac-Man, jogo cujo protagonista aparece em destaque na trama.

Túnel do tempo

A nostalgia dos jogos também levou à realização do “Manauara Game Party”, evento que acontece no Manauara Shopping e que reúne várias atrações para os “gamers” de plantão.

Uma delas, o Museu de Video Games, consiste em uma exposição de aparelhos clássicos de época, como o Atari, Master System, Sega Saturno, Super Nintendo, provendo um verdadeiro túnel do tempo da evolução do setor.

O museu que, junto das outras atrações, permanece aberto até o dia 1º de agosto, também exibe com destaque os modelos do Playstation, cuja primeira versão data da décade de 90 e a mais recente, a 4, é um dos consoles mais modernos do mercado.

Já outra atração do evento, o Espaço Free-Play, contempla jogos modernos, deixando os visitantes à vontade para partidas gratuitas de novidades do mundo dos games, como PES e Naruto. Ao todo, 15 consoles entre Playstation, Xbox One e Wii U estão disponíveis no local.

O aqui e o agora

Apesar do saudosismo, a indústria dos games está muito longe de viver no passado. Bilionário, o setor continua desenvolvendo plataformas de jogos e novos lançamentos ainda enchem prateleiras mundo afora.

Diferentemente do evento do Museu do Video Game do Manauara, que tem uma pegada mais memorial, vários outros se dedicam às novidades do setor.

Um deles, o Brasil Game Show, maior feira de games da América Latina, chega à oitava edição em 2015 e contará com a presença de Yoshinoro Ono, produtor do jogo “Street Fighter”, que falará sobre o próximo título da franquia, “Street Fighter V”.

A feira de games, que recebeu mais de 250 mil visitantes e mais de 180 expositores em sua edição 2014, acontecerá no Expo Center Norte, em São Paulo, entre os dias 08 e 12 de outubro deste ano.

Serviço

O que é? Museu do Video Game, no Manauara Game Party

Onde é? Manauara Shopping (av. Mário Ypiranga Monteiro, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul)

Quando é? Até o dia 1º/08, durante o funcionamento do shopping


Publicidade
Publicidade