Publicidade
Entretenimento
Vida

Gangorra hormonal: o porquê das mulheres ficarem à flor da pele

Segundo a médica endocrinologista Daniela Sá, do Hapvida Saúde, tudo isso é ocasionado por conta dos hormônios da mulher 30/01/2016 às 11:14
Show 1
A instabilidade hormonal acontece com mais força quando estamos sob as amarras da famosa tensão pré-menstrual
Laynna Feitoza Manaus (AM)

Quando as mulheres estão se aproximando “daqueles dias”, uma avalanche parece arrebentar dentro delas. Elas ficam mais sensíveis, desejam mais doces, e apresentam uma série de queixas. Sempre nos falaram que poderíamos passar por isso – não todas as mulheres, até porque cada uma tem um organismo diferente – mas a instabilidade hormonal acontece com mais força quando estamos sob as amarras da famosa tensão pré-menstrual.

É a famosa “gangorra hormonal”, quando os ânimos parecem descer e subir o tempo todo. Segundo a médica endocrinologista Daniela Sá, do Hapvida Saúde, tudo isso é ocasionado por conta dos hormônios da mulher. “A mulher se prepara para ovular e para reproduzir. Todo mês isso ocorre. Quando a gravidez não ocorre, os níveis hormonais baixam. A progesterona está no auge quando você está pronta para ovular. Quando você menstrua, esse nível abaixa”, explica ela.

Há mulheres que passam pela “gangorra hormonal” de forma mais intensa todos os meses. Outras, nem tanto. Há até aquelas que nunca passaram por isso, conforme a médica. “Isso não quer dizer que o hormônio tenha mudado. Depende do estilo de vida que a mulher esteja levando, do grau de stress que ela esteja enfrentando. Existe essa alteração hormonal e biológica da mulher, mas não existe TPM em todas as mulheres. Todo mês você vai sentir essa alteração hormonal e você pode ou não sentir dessa forma”, analisa. 

Entre os sintomas da instabilidade hormonal mais citados estão a sensibilidade (quando as mulheres ficam mais emotivas), a irritabilidade e retenção de líquidos. “Algumas reclamam de edemas”, pontua Sá. Quando? Não existe período certo na vida para a ocorrência da instabilidade.

A partir da primeira menstruação, a menina já pode se sentir em uma “gangorra”. “Mas nas meninas, na maioria das vezes, isso está relacionado com o fato delas serem precoces. Devido à alimentação, com base em hormônios e conservantes, o que faz as meninas menstruarem mais cedo”, destaca.

O que explica a adesão das mulheres aos doces, neste período de tensão? “O doce libera hormônios que deixam a mulher mais feliz, como serotonina e adrenalina. Não existe nada que comprove que a mulher nesta situação irá consumir mais doces. A busca é consciente, devido ao fato do doce realmente melhorar o humor da mulher”, assegura a médic

Para mudar isso, basta mudar o estilo de vida, como ter uma alimentação correta, dormir bem, entre outros. Existe, porém, a forma mais grave da “gangorra hormonal”: trata-se do Transtorno Disfórico Pré-Menstrual.

“Sintomas como irritabilidade grave, dor intensa e edemas precisam ser avaliados. Toda mulher sabe quando aquele sintoma é normal ou abusivo”, diz ela. Para apascentar os ânimos durante a TPM, é necessário se apoiar nos exercícios físicos, na alimentação adequada, e usar também uma compressa morna na região abdominal, que ajuda o sangue a fluir e dá conforto à região.

Publicidade
Publicidade