Publicidade
Entretenimento
definição

‘Garantido, Magia e Fascínio no coração da Amazônia’ é tema do bumbá para 2017

O “Boi do Povão”  deixa os temas de apenas uma palavra, que vinham sendo frequentes nos últimos anos, e retoma a temática Amazônica, que lhe rendeu vários títulos.  21/11/2016 às 14:41 - Atualizado em 21/11/2016 às 16:04
Show adelson albuquerque  foto elcio emilio
O anuncio foi feito, na manhã desta segunda-feira, 21, no Curral Lindolfo Monteverde, em Parintins, pelo presidente Adelson Albuquerque e a Comissão de Artes
acritica.com Manaus (AM)

"Garantido, Magia e Fascínio no coração da Amazônia”  é o tema que o boi-bumbá Garantido defenderá no Festival Folclórico de Parintins em 2017. O anuncio foi feito, na manhã desta segunda-feira, 21, no Curral Lindolfo Monteverde, em Parintins, pelo presidente Adelson Albuquerque e a Comissão de Artes, responsável pela concepção e elaboração do tema. A arte oficial, que também foi apresentada, durante o evento, foi criada pelo artista Emerson Brasil. 

O “Boi do Povão”  deixa os temas de apenas uma palavra e retoma a temática Amazônica, que lhe rendeu vários títulos. Adelson Albuquerque afirmou que o Garantido está preparado para conquistar o bicampeonato em 2017. “Vamos com toda a garra para mais uma vitória. Estamos preparados”, ressaltou.

Fred Góes explicou, no texto repassado à imprensa, que o tema é a retomada de um grito de alerta pela Amazônia, que continua, segundo ele,  agonizando aos olhos do mundo. “É um paraíso verde que ainda abriga a beleza exuberante de uma natureza viva que, apesar de ferida e degradada pelas mãos do homem, continua resistente, mostrando que protegê-la é possível para o bem, não só da região, mas de todo o Planeta”, afirmou. 

Ainda de acordo com o texto informativo, que também foi lido por Góes na apresentação do tema, é essa Amazônia, da magia e do fascínio, de mitos e lendas, da realidade e da esperança dos povos, que habitam esse paraíso terrestre, ameaçado diariamente pela degradação ambiental, que o Garantido quer mostrar Antes que seja tarde demais, para que todos possam refletir e, seja como for, contribuir para a defesa da vida, do equilíbrio e da harmonia entre o universo verde da Amazônia e os povos que nela vivem. 

Publicidade
Publicidade