Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2021
TEATRO

Grupo Jurubebas participa de três festivais de artes cênicas

Companhia representará o Amazonas e a Região Norte em edições on-line dos eventos



1_D3DC4D60-7E1A-45AE-BCC9-02791BA1F2B3.JPG Foto: Divulgação
09/11/2020 às 18:37

Integrante do circuito nacional de festivais de artes cênicas desde o ano passado, quando teve o espetáculo ‘Quarto Azul’ selecionado para cinco festivais no Sudeste e Centro-oeste do país, o grupo Jurubebas de Teatro vê o feito se repetir agora, em 2020, com a sua participação confirmada em três importantes festivais do Brasil. 

De acordo com o diretor e ator Felipe Maya Jatobá, que foi premiado no Festival Internacional de Guaranésia em Minas Gerais no ano passado, ainda há uma certa surpresa quando grupos do Norte ocupam esses lugares de representatividade. “É nesses encontros que nós apresentamos para o Brasil o que se tem produzido e fomentado no teatro local”, explica ele.



Vale destacar que o grupo, neste ano, foi selecionado para o 10° FESTU - Festival Nacional de Teatro Universitário, no Rio de Janeiro. Segundo Jatobá, esse evento é o maior festival universitário do Brasil e é dividido em duas categorias: Curtas Cenas e Mostra Nacional de Espetáculos.

“As peças E Nós Que Amávamos Tanto a Revolução e Quarto Azul foram selecionadas para a Mostra Nacional de Espetáculos, sendo a primeira vez que a região Norte teve representantes no evento e contou com apoio da Universidade do Estado do Amazonas, onde se desenvolveram as obras”, afirmou, ressaltando que o evento, que normalmente acontece na cidade do Rio de Janeiro, no Teatro Cesgranrio, desta vez será realizado no YouTube.

Panamérica Utópica

Conforme o diretor, ‘E Nós Que Amávamos Tanto a Revolução’ também foi selecionado para o 4° Panamérica Utópica, em Guarulhos. O festival reúne atrações teatrais selecionadas com participação de grupos nacionais e grupos de teatro de outros países da América Latina.

“É a primeira vez que um espetáculo do Norte também participa deste evento que acontece em comunidades periféricas da cidade de Guarulhos-SP. Esse festival acontecerá também em formato virtual por conta da pandemia, desta vez as peças serão apresentadas com transmissão ao vivo direto da cidade de origem dos grupos selecionados. A peça será encenada aqui em Manaus com transmissão através do canal do evento”, destacou Jatobá.

Mosca de Artes

Realizado na cidade de Palmas, no Tocantins, com produção da Universidade Federal do Tocantins, a 14° Mostra Mosca de Artes também será palco de ‘E Nós Que Amávamos Tanto a Revolução’.

“A Mostra é um encontro de arte-educadores e artistas-pesquisadores que todos os anos acontece no Campus da Universidade Federal, tem como proposta debater os temas urgentes do cenário teatral brasileiro e acadêmico no campo das artes cênicas. Esse ano a Mostra terá como debatedor o professor da UNESP, Alexandre Matte, e terá transmissão ao vivo no canal do festival no YouTube, onde a peça será transmitida diretamente de Manaus”, concluiu o diretor.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.