Publicidade
Entretenimento
Vida

Grupo Núcleo Zero apresenta espetáculo ‘Dinossauro’ nesta sexta-feira (27), em Manaus

Teatro e Internet dialogam durante espetáculo, que terá sua pré-estreia nesta sexta (27), às 20h, no Espaço das Companhias, no Centro 25/02/2015 às 13:33
Show 1
A peça deve estrear oficialmente e entrar em temporada no mês de março
Laynna Feitoza Manaus (AM)

As relações atuais na Internet acabam, por vezes, provocando um distanciamento em contrapartida às questões da “pseudo-proximidade” que achamos ter com o uso massivo das redes sociais. E sobre isso debate o espetáculo teatral “Dinossauro”, do grupo Núcleo Zero, que terá sua pré-estreia nesta sexta (27), às 20h, no Espaço das Companhias (Rua Dona Libânia, 330, Centro).

Por meio da não-linearidade do texto, o autor e diretor Denni Sales pretende abordar, junto ao assunto citado, algumas questões relacionadas ao fazer do processo teatral em si. “Tentamos potencializar essa ruptura de linearidade, para ficar de acordo com a consonância dos temas envolvidos”, pondera o diretor.

Em cena, três atores participam do processo de “escavação” dos personagens, que, segundo o diretor, nunca se constroem por completo. “Eles estão sempre se descontruindo e construindo outros personagens, sempre neste ritmo. E para compor o texto, utilizei muito da bagagem de experiência desses atores, e das nossas experiências pessoais do próprio teatro para a cena”, completa ele. No elenco, além de Denni Sales, estão os atores Ademir Oliveira e Emerson Nascimento. “A ideia do espetáculo é criar essa confusão e sair do tradicional”, complementa.

Cenografia

Na cenografia do espetáculo, o grupo utiliza técnicas de luz cênica, além de outros acessórios que fazem parte da construção da cena, como alguns dispositivos móveis e outros elementos próprios da atualidade. “Nós os vemos como um ato de limpeza na cena, focando o trabalho nos atores. Isso dá um peso maior e potencializa o texto e as cenas”, aponta Sales.

Imprevisível

A sonoplastia do espetáculo é assinada por Nathane Dovale e dispõe de colagens musicais, com partículas de outras canções que se encaixam à obra. “A gente nunca sabe quais músicas serão utilizadas. Algumas canções foram previamente preparadas e tem outros momentos em que há a interferência feita pelas músicas que não sabemos quais serão”, dispara Denni.

Neutralidade

O figurino da obra, assinado por Dimas Mendonça, foi projetado para atender as expectativas da atualidade e não à catalogação de sexualidade ou gênero. “É algo que não pontua nenhum dos dois gêneros. É umas das coisas que discutimos no espetáculo e, por isso, as roupas não têm muitas cores. Como buscamos pela neutralidade, optamos por essa característica”, assegura o diretor.

Serviço

O quê: Pré-estreia do espetáculo “Dinossauro”, da cia. Núcleo Zero

Quando: Sexta (27), às 20h

Onde: Espaço das Companhias (Rua Dona Libânia, 330, Centro)

Quanto: R$ 20 (meia R$ 10).

Publicidade
Publicidade