Publicidade
Entretenimento
MÚSICA

Grupo 'Os Sopraninos' apresenta os sons do Nordeste em concerto gratuito

Apresentação gratuita vai acontecer no dia 30 de agosto, no Teatro Gebes Medeiros, em duas sessões para o público: às 18h e 19h 29/08/2018 às 13:42 - Atualizado em 29/08/2018 às 13:43
Show 1396117 1c51813a c723 412e 80c6 b2f1fddaa0ba
Foto: Winnetou Almeida
Laynna Feitoza Manaus (AM)

A cultura nordestina vai dar o tom do novo concerto de flautas do grupo Os Sopraninos, que vai acontecer no dia 30 de agosto em duas sessões: 18h e 19h no Teatro Gebes Medeiros. No show musical, um grupo de 48 pessoas, entre crianças e jovens na faixa dos 8 aos 25 anos serão acompanhados pelo professor Belarmino Lameira no violão, professor Carlos Valdez na bateria, com regência da professora Brenda Zane.

Brenda, que também é coordenadora do grupo, afirma que, além do núcleo musical, haverá a participação do grupo de teatro IDE no show, que foi intitulado “Prepare o seu coração, que eu venho lá do Sertão”. A cênica estará sob a coordenação da professora Francinete Magalhães. Na apresentação dos Sopraninos, o grupo de teatro vai apresentar uma esquete com o tema “Paixão Sertaneja”. 

Sobre o repertório musical, o grupo fez uma pesquisa para a seleção das músicas e foram adequando os seus arranjos à flauta doce. “Iremos tocar várias músicas. Dentre elas, tem ‘Disparada’, ‘Vida de Viajante’, ‘Gostoso Demais’, ‘Esperando na Janela’, ‘Vem Morena’, ‘Qui Nem Jiló’, ‘Riacho do Navio’, ‘La Belle De Jour’, entre outras. Não podem faltar os clássicos da música nordestina, como ‘Asa Branca’, ‘Anunciação’, ‘Eu Só Quero Um Xodó’ e ‘Xote das Meninas’”, aponta a professora. 

Frequência

De acordo com Brenda, a preparação do grupo é diária. Os alunos têm aulas semanais de 1 hora e 30 minutos, e são divididos por turmas. “Durante o ano, trabalhamos todo o conteúdo musical em cima do tema escolhido para o Concerto de Flautas através do ensino coletivo, da prática em conjunto. O objetivo é musicalizar essas crianças e jovens de uma forma envolvente e a apresentação do concerto é o momento deles mostrarem tudo que aprenderam nas aulas de música. É a hora deles brilharem”, assegura ela.

Os ensaios se tornam mais constantes à medida que a data do Concerto se aproxima. “E se faz necessário juntas todas as turmas para que possam se integrar e se ouvir”, complementa Zane. E nem só de música vivem os Sopraninos: o cenário, segundo a coordenadora, foi feito pelos próprios alunos, baseado na literatura de cordel. “Eles reproduziram desenhos que irão compor o cenário do espetáculo. São reproduções das capas dos livros da literatura de cordel”, coloca Brenda. 

O grupo de flautas Os Sopraninos surgiu em 2016 sob a docência de Brenda Zane no curso de flauta doce do Centro Municipal de Arte Educação Aníbal Beça, localizado no bairro São José 3. “Se fez necessário criar um grupo com os alunos que mais se destacavam durante as aulas, pois os mesmos seriam convidados a se apresentar, realizando assim o primeiro concerto de flautas d’Os Sopraninos”, comenta ela. Este é o terceiro ano de apresentações do grupo. No ano passado, a equipe fez uma homenagem ao cantor e compositor Tim Maia.

Publicidade
Publicidade