Publicidade
Entretenimento
PROGRAMAÇÃO

Grupo teatral 'Las Cabaças' apresenta espetáculo gratuito na Feira do Paço

Evento que movimenta o Centro de Manaus agora acontece durante dois dias e traz companhia paulista para apresentação no próximo dia 8 25/03/2018 às 14:28 - Atualizado em 25/03/2018 às 14:31
Show 225391 930 80 0 0 930 560 0 0 0 0
acritica.com Manaus

Pela primeira vez em Manaus, o grupo Las Cabaças apresenta o espetáculo ‘O dia da Caça’ no dia 8 de abril na Feira do Paço, que acontece na Praça Dom Pedro II, no Centro Histórico de Manaus. Famintas há 3 dias, as palhaças
 Bifi (Juliana Balsalobre) e Quinan (Marina Quinan) estão famintas há três dias e passam uma noite na floresta seguindo rastros de bichos e procurando comida. Mas durante a caçada, elas se atrapalham e passam por situações embaraçosas.

A inspiração veio justamente do ato de caçar, que ainda é um hábito no Brasil e principalmente na região amazônica, conforme conta a atriz Juliana Balsalobre. “Já andamos bastante pelas comunidades indígenas, ribeirinhas e quilombolas na Amazônia, pois passamos sete anos morando no Pará. Isso nos aproximou muito dessa realidade. Cada povo tem sua maneira de caçar, seja com arco e flecha ou espingarda, e isso nos inspirou por ser um tema forte”.

Porém, a caçada acaba ficando atrapalhada, afinal, trata-se de duas palhaças no meio da floresta. “Elas estão com fome, mas são palhaças. Durante todo o espetáculo passam por situações embaraçosas que fazem o público se divertir, esse é o viés do espetáculo". A atriz também se diz ansiosa por se apresentar na capital amazonense. "Nossa expectativa é muito grande, pois apesar de já conhecermos a cidade de Manaus, nunca conseguimos nos apresentar. Será uma honra”, frisa Juliana.

As atrizes se formaram no Teatro-Escola Célia Helena de São Paulo,  em 1995, foram professoras de teatro para crianças e adolescentes na Casa do Teatro-SP e atuaram nos hospitais junto aos Doutores da Alegria de São Paulo. Possuem três espetáculos em seu repertório: Semi-Breve, Divagar e Sempre e O Dia da Caça.

Marina Quinan conta que o espetáculo foi sendo montado aos poucos, a medida que a dupla convivia com a população ribeirinha. “Convivemos bastante com o modo de vida das pessoas. À medida que apresentávamos nosso trabalho, nos perguntávamos como fazer com que ele se aproximasse daquele cotidiano tão próprio das comunidades. Daí imaginamos um tema muito comum que é a caça. Começamos a nos divertir com essa idéia até que ela foi se concretizando aos poucos. Ao longo de 2 anos, convidamos os parceiros Esio Magalhães e Lily Curcio que nos ajudaram a criar as cenas e finalizar o roteiro”, relembra.  

Para ela, essa apresentação em Manaus também será muito importante. “Isso coloca o espetáculo à prova de uma platéia desconhecida para nossa dupla. Esperamos que as pessoas gostem. E, por ser um espetáculo para toda família, esperamos que as pessoas se divirtam”.

Feira do Paço

A Feira do Paço, que antes era realizado aos segundos domingos do mês, ganhou mais um dia: os sábados. Agora serão dois dias de atividades culturais, todos os meses, com expositores dos mais diversos segmentos da economia criativa.  Entre as novidades da edição de 2018, que acontece nos dias 7 e 8 de abril, das 16h às 23h, está a criação dos setores de esportes e literatura, além da realização de  oficinas, cursos e palestras durante todo o evento.

Além da criação dos novos setores que foram incorporados (esportes e literatura), as antigas áreas serão ampliadas, como o espaço geek, de moda, artesanato, gastronomia, artes plásticas, decoração, e área pet. As intervenções culturais, de artes visuais e musicais também terão mais espaço e os artistas contarão com mais tempo para mostrarem seus trabalhos.

Publicidade
Publicidade