Sábado, 30 de Maio de 2020
CINEMA

Harvey Weinstein vai para presídio de segurança máxima

Ex-produtor de cinema vai cumprir 23 anos de prisão por estupro e assédio sexual



2020-03-11t152730z_1_lynxmpeg2a1nz_rtroptp_4_people-harvey-weinstein_C0A61158-563A-42E5-83D2-FF6E013DDD97.jpg Foto: Carlo Allegri
19/03/2020 às 11:20

O ex-produtor de cinema Harvey Weinstein foi transferido para um presídio de segurança máxima de Nova York, onde vai cumprir uma sentença de 23 anos de prisão por estupro e assédio sexual.

Weinstein, de 67 anos, foi levado ontem (18) para Wende Correctional Facility, em Alden, ao Leste do estado de Buffalo, de acordo com o Departamento Penitenciário do estado de Nova York.



Em 24 de fevereiro, um tribunal de Manhattan declarou o ex-produtor culpado de assediar sexualmente uma ex-assistente de produção e estuprar uma ex-aspirante a atriz.

A condenação foi encarada como uma vitória pelo movimento #MeToo contra comportamento sexual predatório de homens poderosos da indústria do entretenimento.

Procuradores descreveram Weinstein como um predador em série que havia manipulado mulheres com promessas de carreiras em Hollywood, persuadindo-as até quartos de hotéis ou apartamentos particulares, onde abusava de seu poder e as atacava violentamente.

Mais de 100 mulheres, incluindo atrizes famosas, acusaram Weinstein de conduta sexual predatória, que ocorria há décadas. Ele negou as acusações, alegando que as ações foram consensuais. O ex-produtor também enfrenta processos de mesmo teor em Los Angeles.

Depois de ser sentenciado em 11 de março, Weinstein foi levado a uma penitenciária em Rikers Island, Nova York. Horas depois, ele deu entrada em um hospital de Manhattan devido a problemas cardíacos, mas foi conduzido novamente ao presídio no início desta semana, disse seu porta-voz.

A defesa pretende apresentar um recurso em julho.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.