Quarta-feira, 26 de Junho de 2019
Vida

Hot pants, sucesso dos anos 20, voltam a ser tendência

Peças foram pulverizadas nos anos 50 com as famosas pin-ups e retornam para o milênio. São ideais para meninas que não gostam de mostrar muito nos passeios ao sol



1.jpg Bustiês das hot pants podem ter babadinhos; uma boa dica é abusar das cores
04/05/2015 às 18:14

A maioria das pessoas acha que o surgimento das hot pants se deu no período dos anos 50 e 60. Na verdade, os primeiros exemplares desses biquínis começaram a fervilhar nos anos 20, época em que as mulheres não podiam mostrar absolutamente nada. Criados como uma alternativa para que as mulheres de antigamente pudessem ir à praia, as peças voltaram a figurar nas prateleiras das lojas de roupa de banho e são a preferência principal daquelas meninas mais tímidas, que não gostam de expor o corpo.

Segundo a consultora de moda Dila Kotinski, naquela época as roupas de banho de longe eram o que são hoje. “Elas iam até a coxa, cobriam a barriga e não era bem vistas porque não valorizavam o corpo da mulher. Como aquilo era feio, criaram um biquíni com apenas um vão separando o espaço entre busto e barriga. Na parte inferior do corpo, era como uma espécie de mini-short, o que daí originou as hot pants. Elas só se tornaram populares a partir dos anos 40, quando as divas de Hollywood começaram a usar, principalmente a Marilyn Monroe”, destaca.

Modos de uso

A tendência foi pulverizada nos anos 50 com as famosas pin-ups (modelos da cultura pop) e estão a todo vapor, o que Dila particularmente acha ótimo. “É um estilo que gosto muito, por ter cintura alta, e ser confortável. Para as meninas que não gostam de mostrar a barriga, isso cai como uma luva”, declara ela, lembrando que esse tipo de biquíni alonga a silhueta. “Baixinhas podem usar sem medo”, complementa. Apesar de não ter uma contra-indicação, meninas que tem quadris muito largos e bumbum muito grande precisam tomar cuidado com a peça. “Dá uma sensação de aumento das medidas. Mas para quem não vai à praia ou piscina para se mostrar e sim para se divertir, é uma ótima opção”, conta.

As meninas que gostam de marquinha de sol na pele, porém, podem esquecer esse tipo de biquíni. “Jamais vai ficar daquela maneira”, diz Kotinski. Sobre o revestimento dos seios, havia uma grande preocupação antigamente em dar uma sustentação com os bustiês desses biquínis. Hoje isso não vigora tanto. “Tem modelos de hot pant com um tecido embaixo do outro pra dar esse apoio no busto. E o mais legal é que é possível combinar a parte de cima com a parte de baixo sem que sejam da mesma cor. Uma vez a Sabrina Sato apareceu com um que tinha o bottom preto e o bustiê branco. A parte de cima pode ser tanto um tomara-que-caia quanto de alça. Hoje em dia a gente vê hot pant jeans, feitas com elastano para modelar o corpo”, afirma.

Gisele Barreto

Blogueira de moda

“Mulheres com seios grandes devem usar a parte superior com boa sustentação,caso contrário as duas partes juntam-se, aumentando visualmente a mulher em dois quilos até. Já as mulheres de quadril largo podem escolher estampas com ponto focal no meio, pois diminui visualmente o quadril. Ainda para os quadris largos, as listras verticais também diminuem essa área do corpo. As estampas étnicas e floridas claras são excelentes pedidas para as magrinhas que querem ganhar volume. Cai bem com quimonos e saídas de praia. Em relação aos acessórios, vale a pena abusar das pulseiras e chapéu com estilo boho. Dica final: abuse do filtro solar porque a marca que fica na barriga não é nada bonita (risos)”.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.