Sexta-feira, 19 de Abril de 2019
publicidade
Banda_O_Terno_Div._Yann_Vadaru_-_C_pia.jpg
publicidade
publicidade

Artes integradas

II Festival Noites do Norte traz O Terno (SP) e debates com nomes da indústria fonográfica

Segunda edição do projeto acontecerá no dia 8 de abril, a partir do meio-dia, na Avenida Eduardo Ribeiro. Antes do evento principal, programação alternativa será distribuída na capital amazonense


31/03/2017 às 14:49

Quando morou em São Paulo com a banda que integrava anteriormente, o músico Zé Cardoso, vocalista da banda Alderia, conheceu muita gente de todo o Brasil. Mas a frase que ficou na sua cabeça foi: "Não conheço nada de música de Manaus". "Dentre as motivações todas que eu pensei para justificar essa ausência de conhecimento da música manauara em grandes centros, pensei que faltava algo que chamasse a atenção das bandas de outros lugares, da mídia, dos produtores e das pessoas da nossa própria cidade", diz ele.

Foi assim que o artista idealizou o Festival Noites do Norte de Artes na Rua, que está indo para a sua segunda edição no dia 8 de abril, a partir de meio dia, e que vai acontecer na Avenida Eduardo Ribeiro, na altura da Praça do Congresso, gratuitamente. A segunda edição do vento será apresentada pelo projeto "Nossa Energia Move a Amazônia", da Equador Petróleo, e trará para Manaus três bandas do Sudeste: O Terno (SP), Ventre (RJ) e The Outs (RJ). Além delas, as bandas Luneta Mágica, Alderia, The Stone Ramos, Mezatrio, Márcia Novo, Maracatu Baque Mulher Manaus e Cida Ariporia & Convidados vão representar a música amazonense no evento.

O Festival Noites do Norte de Artes Na Rua tem a finalidade de promover o intercâmbio cultural e artístico entre Manaus e o restante do Brasil, e conectar as diversas iniciativas e modelos artísticos, valorizando as iniciativas que existem na cidade ao somar forças com outras frentes artísticas e culturais, com o intuito de agregar valor ao projeto. Atualmente, o festival é coordenado por Zé Cardoso e pelo músico Erick Omena, guitarrista da banda Luneta Mágica.

De acordo com Zé, o primeiro festival foi feito com poucos recursos."Felizmente conseguimos fazer uma grande noite no Paço Municipal", destaca ele. Neste ano, o evento ganhou mais apoio e a programação principal ficou mais diversa, incluindo atividades relacionadas ao cinema, literatura, música, intervenções de artistas de rua, clown e exposição de protótipos de tecnologia, além de ter aumentado a quantidade de expositores. "Nessa edição serão 60, contra 18 da primeira edição. Também aumentamos o número de bandas convidadas, que serão 3 contra 1 da primeira edição", coloca Cardoso.

Atividades prévias

O destaque do festival deste ano são as atividades prévias ao evento do dia 8 de abril. Nesta sexta (31), haverá um "live" no Facebook com um show da banda The Stone Ramos, na fanpage oficial do Festival Noites do Norte, a partir das 19h. Neste sábado (1), haverá uma seletiva no Local Hostel (Rua Dona Libânia, 215, Centro) com 10 bandas autorais de Manaus pré-selecionadas. Dentre as 10, uma banda será escolhida por voto popular para se apresentar no festival, e se juntará à primeira banda já selecionada para tocar no evento.

A primeira banda foi selecionada pela curadoria de Marcelo Damaso, do Festival Se Rasgum (PA) e será revelada na seletiva, que começará às 17h. Entre os nomes pré-selecionados para a segunda seletiva estão as bandas Durmo Embaixo, Artigo Quinto, Vibe Positiva, Superbad, Acigam, Mady e seus Namorados, Cardíaco, Jardins de Yoni, Gramophone e Kely Guimarães. "As 10 bandas que vão tocar nesse sábado vão competir entre si, e as pessoas presentes farão uma votação e escolherão a melhor banda da noite - a segunda banda que irá tocar no festival", acrescenta Erick Omena.

Mesa-Redonda

Em conjunto com as atividades prévias do festival, no dia 8 de abril, a partir das 9h no auditório da Universidade do Estado do Amazonas (Av. Djalma Batista, 2470, Chapada), acontecerá uma mesa-redonda com grandes nomes da indústria fonográfica brasileira. Entre eles estão Carlos Eduardo Miranda (produtor musical), Carol Pascoal (representante SIM-SP), Sonoe Fonseca (representante SESC), Tulio Brasil (representante Sony Music Brasil), Inti Queiroz (doutoranda em políticas públicas da USP) e Fernanda Paiva (representante da Natura Musical). A mesa-redonda será gratuita.

Serviço

O quê: II Festival Noites do Norte de Artes na Rua

Quando: 8 de abril, a partir do meio-dia

Onde: Avenida Eduardo Ribeiro (na altura da Praça do Congresso)

Quanto: Gratuito

publicidade
publicidade
Com 4 faixas, 'Virtual' é o novo EP da cantora amazonense Kely Guimarães
Beyoncé lança documentário na Netflix e álbum sobre apresentação no Coachella
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.