Publicidade
Entretenimento
Decoração

Iluminação pode causar sensações e despertar sentimentos nas pessoas

Cada cômodo da casa ou apartamento deve ser iluminado de acordo com sua função. Ambientes de repouso, como dormitórios, sala de TV, de estar e jantar devem ser iluminadas com lâmpadas quentes 03/04/2016 às 07:00 - Atualizado em 03/04/2016 às 16:46
Show 1064447
Segundo Rafaela Santos, a iluminação do ambiente é fundamental para despertar desde agitação, relaxamento até estimular a produtividade (Foto: Reprodução)
Acritica.com Manaus (AM)

Aconchego, intimidade, harmonia, espiritualidade e modernidade. Esses são alguns dos sentimentos e sensações que a disposição correta da luz em um ambiente pode despertar nas pessoas. Usada antigamente apenas para proporcionar visibilidade, a iluminação deixou ser coadjuvante nos projetos arquitetônicos e passou a ser peça principal para decorar, destacar objetos, dividir ambientes e promover bem-estar.

De acordo com as arquitetas Laiana Lima e Rafaela Santos, do escritório L:R Arquitetura e Interiores, um ambiente mal iluminado pode gerar stress, cansaço visual e mental e até depressão. Laiana explica, por exemplo, que pessoas hiperativas que têm quarto com iluminação errada, encontram bastante dificuldade para relaxar.

Ela ressalta que a iluminação já é utilizada, inclusive, para o tratamento de doenças, através da cromoterapia. A técnica utiliza as cores para estabelecer o equilíbrio e a harmonia entre o corpo, mente e emoções.

“Cada cor tem uma função terapêutica específica. O vermelho, por exemplo, é indicado para afastar o desânimo, amarelo é a cor da inteligência e criatividade, azul traz paciência e serenidade”, disse.

Segundo Rafaela Santos, dependendo da sensação que a pessoa deseja, a iluminação do ambiente é fundamental para despertar desde agitação, relaxamento até estimular a produtividade.

Rafaela destaca que cada cômodo da casa ou apartamento deve ser iluminado de acordo com sua função. Os cômodos de maior produtividade, como cozinha, lavanderia e escritório, devem ter uma iluminação direta, com luz fria (iluminação branca) que despertam a sensação de agitação. Ambientes de repouso, como dormitórios, sala de TV, sala de estar e jantar o ideal é que possuam uma iluminação com lâmpadas quentes (iluminação amarela), que despertam sensação de relaxamento.

Iluminação e decoração devem ser pensadas juntas, pois uma trabalha em função da outra, dizem as arquitetas. No local onde há um quadro, revestimento ou mesa de jantar, deve-se ter uma luminária para destacar. 

“Há alguns tipos de luminárias que já são objetos de decoração também, como é o caso das arandelas. O abajur também é um grande aliado, pois além de decorar com sofisticação, permite a visibilidade ideal para leitura e tarefas manuais”, acrescentou Laiana.

Como economizar - As lâmpadas mais usadas, hoje, devido o custo-benefício que possuem, são as fluorescentes, em seus diversos formatos: compactas (as famosas PL), tubular ou circular. Elas são bastante econômicas e servem perfeitamente para iluminação geral. Encontradas nas versões quente e fria, atendem tanto o setor comercial quanto residencial.

Lâmpadas

Para iluminação de efeito, as lâmpadas halógenas ainda são a melhor opção, por sua beleza. São lâmpadas que exalam muito calor e possuem alto consumo, portanto, devem ser usadas com cautela. Atualmente, o LED tem ganhado muito espaço no comércio, pois seu preço está se tornando mais acessível. De baixo consumo, essas lâmpadas têm versões para iluminação geral e de destaque.

Algumas lâmpadas, como a fluorescente, são econômicas, porém feitas para permanecerem muito tempo acesas, possuindo seu pico de consumo no momento em que é ligada. Se for um ambiente de passagem, como um corredor, onde se liga rapidamente a lâmpada, apenas para circulação, a fluorescente acabará consumindo mais energia e queimando mais rápido do que a halógena.

No caso da luminária do corredor passar a noite acesa, como acontece em casas onde se tem criança pequena, a fluorescente será mais eficiente. O ideal é contratar um profissional especializado para que possa adequar a iluminação aos costumes dos moradores.

Publicidade
Publicidade