Domingo, 22 de Setembro de 2019
Vida

Implantação de chips é alternativa contra o roubo de cães e gatos

Tutores de animais fazem campanha nas ruas e na internet em busca de pets desaparecidos; coordenadora de ONG dá dicas para enfrentar o problema



1.jpg Campanhas nas redes sociais ajudam a encontrar cães e gatos
27/09/2013 às 11:29

A agonia sentida por donos de animais domésticos ao terem seus pets roubados passou a ser divulgada nas redes sociais. Por meio da Web, os tutores têm enxergado uma ampla possibilidade de anunciar o desaparecimento dos seus bichos e, na melhor das hipóteses, encontrá-los saudáveis e com vida. Contudo, grupos de proteção alertam para esse tipo de situação e fornecem alternativas para os “pais adotivos”, como o uso  chips de identificação.

Segundo a coordenadora do Grupo de Proteção aos Animais (GPA) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) os roubos ocorrem principalmente com animais com pedigree. “Os bichos de estimação quando são filhotes chamados de ‘raça’ tem um preço mais alto em feiras de venda. Dificilmente alguém compra na fase adulta, entretanto, temos que pensar que um animal não é uma mercadoria e sim um ser vivo”, ressalta.

De acordo com dados do Centro de Controle de Zoonoses de Manaus, aproximadamente 80.000 animais domésticos circulam nas ruas da capital, vítimas principalmente de abandono.

Como encontrar

Segundo a coordenadora, os donos precisam ter atenção ao decidirem criar um bicho, e para a situação de roubo, tanto métodos convencionais quanto modernos podem ser eficazes.

“É necessário divulgar imagens próximo ao local e na Internet, porém em pet shops já são vendidos chips que podem ser implantados debaixo da pele dos bichos por veterinários. O custo é pequeno e o método é seguro para os animais”, explica.

Ainda segundo Valéria, o projeto batalha para que não existam mais abrigos e feiras de vendas de animais. “O GPA promove trabalhos educativos nos bairros e escolas sempre com a presença de crianças e pais. Nós defendemos que os donos assumam seus animais e castrem justamente para que os índices de abandono e roubo não continuem aumentando”.

Casos

Entre as pessoas que buscam por notícias do seu bichano desaparecido, está a cabeleireira Cândida Bandeira, 37. Ela está a procura da sua gata de raça Persa chamada ‘Pandora’, roubada no último domingo (22) por volta das 16h em frente a sua casa, localizada na rua Voluntários da Pátria, bairro Vila da Prata, Zona Oeste de Manaus. “Fui ao supermercado e esqueci de colocá-la pra dentro de casa, quando voltei, ela tinha sumido”, explica.


Nas gravações da câmera instalada fora da residência, é possível notar uma mulher ainda não identificada levando o felino. “Ela é super mansa e iria com qualquer um. Sinto muita falta dela, pois era como uma filha pra mim. Depois disso acionei uma viatura da Rocam e eles disseram que iam fazer uma busca, porém ainda não deram uma resposta”, informou.

Outro caso divulgado tanto nas redes sociais quanto em rádios foi o da cadela de raça Yorkshire que atende pelo nome de “Hanna”, levada no último sábado (21) dentro do condomínio Encontro das Águas, bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste de Manaus. A dona Janaína Ribeiro,39, relata o desespero que ela e sua família estão passando.

“Ela era como uma pessoa da família, pois já está há 5 anos conosco. Meus três filhos estão sofrendo muito, ela era muito apegada a nós... parece que desapareceu uma pessoa”, revela.

Segundo Janaína, a expectativa é que por meio de redes sociais como o Facebook, Instagram, divulgação na rádio e a fixação de cartazes estampando o rosto da cadela, ela possa encontrar seu pet. “Meus amigos todos estão compartilhando e se Deus quiser vamos achá-la”.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.