Publicidade
Entretenimento
VIDA

Influenciadoras mostram 'receita' da felicidade buscando conexão com o real

Na estreia do novo caderno VIDA, a reportagem ouviu as influencers Carol Heinrichs e Thaynara OG sobre a felicidade 03/12/2018 às 15:50
Show hum.ms r03 d24ce007 8606 4582 b94b f82f22354052
A influencer Carol Heinrichs é mãe da pequena Catarina, de quase 6 meses (Foto: Márcio Silva)
Rosiel Mendonça Manaus (AM)

O que faz a vida valer a pena? Essa é a questão central da Psicologia Positiva, movimento que se popularizou nos últimos anos ao lançar um olhar científico sobre a busca do bem-estar, da autossatisfação e da plenitude – em outras palavras, da felicidade. Espécie de guru da área,o professor israelense Tal Ben Shahar, que acaba de passar pelo Brasil, não tem uma equação que faça o mundo ser mais feliz da noite para o dia, mas ele aponta uma direção: a fonte mais importante de felicidade pode ser a pessoa sentada ao seu lado, basta se conectar.

Celebridade do Snapchat, a maranhense Thaynara OG experimentou algo parecido recentemente. A convite de uma companhia de telefonia, ela fez um detox das redes sociais e se esforçou para aproveitar melhor as conexões do mundo real. Com o tempo que sobrou, ela conseguiu rever amigos, conviver mais com a família e curtir um dia de sol numa praia de São Luís que não visitava há mais de um ano.

“A experiência foi difícil, ainda mais pra gente que trabalha com as redes sociais. Mesmo quando não postamos, temos a curiosidade de ficar acompanhando. Vez ou outra eu não conseguia resistir e dava uma olhada, mas os momentos que não registrei nas redes sociais ficaram ainda mais especiais porque foram registrados na memória. Fiquei feliz por fazer coisas simples que amo, mas que não fazia há algum tempo e por me conectar com pessoas especiais pra mim”, contou ela.

Já para a influencer amazonense Carol Heinrichs, a felicidade ganhou outro nome: Catarina, a filhinha que ela teve com o comandante de aeronave Bruno Marinho e que está prestes a completar seis meses. “Realmente, um filho muda tudo na nossa vida. Agora tenho um novo motivo pra sorrir e me sinto mais completa. Toda a família se alegrou com a chegada dela”, comenta.

Com a vinda do bebê, Carol teve que reprogramar a rotina para se dedicar ao máximo à criança.Mas, longe de ser um sacrifício, essa capacidade de redefinir prioridades é um dos passos rumo à felicidade, também segundo o professor Tal Ben Shahar. A amazonenseconcorda:

“Como meu trabalho sempre foi muito na rua e sou autônoma, tive que voltar à ativa antes mesmo dos seis meses normais de licença, mas hoje tenho outras prioridades além do trabalho. Com a reorganização do tempo e a ajuda da minha mãe, por exemplo, estou conseguindo fazer aleitamento materno exclusivo e estar em casa sempre que a Catarina precisa”.

Uma das metas da influencer daqui para a frente é curtir intensamente esses primeiros momentos da filha, por isso a possibilidade de matriculá-la numa creche nem chegou a ser cogitada, apesar dos convites que Carol recebeu. “Quero estar dentro do cotidiano dela sempre que possível. Meu desejo para o próximo ano é continuar trabalhando bastante, mas inserindo minha filha na minha vida”, projeta.

Publicidade
Publicidade