Publicidade
Entretenimento
ARTES CÊNICAS

Inscrições para festival de cenas curtas vai até o dia 30 de maio, em Manaus

Primeira edição do Festival 5 Minutos em Cena está previsto para acontecer no dia 15 de julho, no Teatro Amazonas 04/05/2017 às 13:55
Show b0804 10f
Rede Panorando é a idealizadora da iniciativa, que tem patrocínio do Basa
Rosiel Mendonça Manaus (AM)

Artistas e grupos de circo, dança, teatro ou performance podem se inscrever gratuitamente, até o dia 30 de maio, na primeira edição do Festival 5 Minutos em Cena, que será realizado no mês de julho pela rede Panorando. Durante o evento, marcado para acontecer no Teatro Amazonas, serão apresentadas 15 cenas (12 selecionadas pela organização e três convidadas) com duração de três a cinco minutos. O regulamento com as condições de participação pode ser conferido no site www.panorando.com.br.

Segundo o diretor da rede Panorando, Fábio Moura, o festival vem sendo planejando desde 2015, mas somente no ano passado a sua realização se tornou possível, quando o projeto foi contemplado num edital de patrocínio do Banco da Amazônia. 

“Inicialmente, pensamos num evento que reunisse artistas de diferentes linguagens, porque percebemos que o público em Manaus é muito segregado, o que dificulta o intercâmbio e a integração dessas artes da cena”, comenta ele, destacando a abertura do evento aos segmentos do circo e da performance.

De acordo com o organizador, o festival receberá propostas tanto de pessoas físicas e jurídicas, quanto de grupos e artistas independentes que residam em Manaus ou em outras cidades do País, sendo que estes últimos deverão arcar com os custos de deslocamento para a capital amazonense. 

“Para participar, basta enviar a ficha de inscrição acompanhada de um vídeo da cena e fotos de divulgação. O evento não tem caráter competitivo, mas os selecionados receberão uma ajuda de custo pela participação”, acrescenta.

Sobre a rede

A rede de artistas Panorando foi criada para horizontalizar diferentes produções em artes cênicas. Dentre as obras que nasceram dentro dessa dinâmica estão “In Process: Curumins” (teatro contemporâneo) e “Notas sobre Ela” (dança urbana).

“A ideia é que um ajude o outro na realização dos seus projetos. Atualmente, temos um corpo de 15 artistas e cronograma de oito projetos para esse ano, incluindo intervenções urbanas, oficinas e estréias de espetáculos”, conta Fábio Moura.

Publicidade
Publicidade