Publicidade
Entretenimento
ARTES CÊNICAS

Intervenções de dança na Ponta Negra abrem programação do 'Dabucuri.2'

Espetáculos “Pau a Pique” e “Curuminzado” serão apresentadas no sábado (18) e no domingo (19) 14/06/2016 às 14:42 - Atualizado em 14/06/2016 às 15:38
acritica.com Manaus (AM)

Nesta quarta-feira (15) será lançado o “Dabucuri.2 – 7 Tribos”, a partir das 19h, no Espaço das Cias. (rua Dona Libânia, 300, Centro), e a programação da primeira fase do projeto segue repleta de atividades até o dia 24. Para começar, no sábado (18) e domingo (19) serão apresentados os primeiros espetáculos do “Dabucuri.2”, ambos na Ponta Negra (gramado após as quadras de vôlei).

Nos dois dias, a programação começa às 17h com o espetáculo-intervenção de dança “Pau a Pique”, da Índios.com. Mergulhando nas possibilidades metafóricas na dança, o trabalho teve início em 2014 com uma série de experimentações da relação entre corpo, bambus, árvores, gramados e praia.

Em “Pau a pique”, a metáfora principal diz respeito à construção de caminhos que o ser humano busca no decorrer de sua vida: conhecendo, descobrindo, fazendo escolhas, errando, aprendendo com o outro, sentindo prazer, felicidade, tristezas e tantos outros sentimentos que vai vivenciando nessa jornada. A direção artística é de Yara Costa e o elenco de intérpretes conta com Daniela Alves, Jayne Kira e Leandro Xavier, além da participação especial de Eliberto Barroncas na execução da trilha sonora.

Ainda no sábado e domingo, a partir das 19h, a Soufflé de Bodó Company apresenta o espetáculo de dança “Curuminzado”, com direção de Francis Madson e Denis Carvalho e Cairo Vasconcelos no elenco. Com caráter de intervenção artística, “Curuminzado” coloca em questão as vivências dos meninos e meninas da cidade de Manaus, suas relações com a cosmologia indígena e as infiltrações da sociedade urbana manauara. Em 2014, a obra participou da abertura nacional do circuito Palco Giratório, do Sesc, realizada em Porto Velho (RO).

Oficinas

A agenda de oficinas tem início nesta quinta-feira (16) com “Abordagem somática e o processo criativo em dança”. Nela, Yara Costa (Índios.com) abordará procedimentos práticos e teóricos que promovam o desenvolvimento criativo na composição em dança, com foco na investigação do movimento autoral e uso consciente do corpo. O encontro acontece na sede do Ateliê 23 (rua Tapajós, 166, Centro), das 14h às 16h.

Na sexta-feira é a vez da oficina “A boca e a dramaturgia contemporânea”, a ser realizada no mesmo horário e local. Na atividade, Francis Madson (Soufflé de Bodó Company) vai propor uma outra relação do artista de dança ou ator com a palavra, permitindo que ele chegue ao cerne da sua potência de criação ao se desapegar de crenças, rituais e protocolos. As inscrições para as oficinas são gratuitas e podem ser feitas pelo link http://tinyurl.com/oficinasdabucuri.

Com patrocínio do Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2014, o “Dabucuri.2 – 7 Tribos” é uma realização da companhia Índios.com e tem o apoio das companhias amazonenses Artrupe, Ateliê 23, Cartolas, Intérpretes Independentes, Momento e Soufflé de Bodó. A programação completa pode ser conferida em http://tinyurl.com/indiospontocom.

SERVIÇO

16/06 - 14h às 16h

Oficinas “Abordagem somática e o processo criativo em dança” (Índios.com)

Onde: Ateliê 23 (rua Tapajós, 166, Centro)

17/06 - 14h às 16h

Oficinas “A boca e a dramaturgia contemporânea” (Soufflé de Bodó Company)

Onde: Ateliê 23 (rua Tapajós, 166, Centro)

18 e 19/06 – 17h

Intervenção “Pau a Pique” (Índios.com)

Onde: Ponta Negra (gramado após as quadras de vôlei)

18 e 19/06 – 19h

Intervenção “Curuminzado” (Soufflé de Bodó Company)

Onde: Ponta Negra (gramado após as quadras de vôlei)

* Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade