Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
STREAMING

Com Seu Jorge e Naruna Costa, 'Irmandade' é a nova série da Netflix

Dirigida por Pedro Morelli, a série conta com 8 episódios e é o resultado de uma parceria entre a Netflix e a O2 Filmes



14/10/2019 às 12:35

Uma jovem advogada é forçada a se infiltrar numa facção criminosa para desvendar seus mistérios e trabalhar contra seu próprio irmão - o líder da organização. Esse é o argumento de "Irmandade", a nova série original Netflix cuja estreia global está marcada para o dia 25 de outubro. Naruna Costa, Seu Jorge, Hermila Guedes, Wesley Guimarães e Lee Taylor são alguns dos personagens principais.

Dirigida por Pedro Morelli, a série conta com 8 episódios e é o resultado de uma parceria inédita entre a Netflix e a O2 Filmes. "O projeto nasceu quando a Netflix chegou para a O2 com alguns temas que gostariam de abordar e entre eles estava esse universo das facções criminosas. Já tinha interesse sobre esse tema e peguei para mim", destaca Morelli durante coletiva de imprensa realizada em São Paulo, na última quarta-feira (9).



Pedro destaca a escolha de uma protagonista feminina Cristina (Naruna Costa) no contexto da série ambientada nos anos 90. "Para termos uma protagonista mulher nesse contexto precisávamos estar na era pré telefone celular. A partir dos anos 90, os presos já se comunicam entre si e as mulheres se fazem menos necessárias. Então, nessa época, elas são essenciais para entrar, sair, enviar mensagens", explica.

O início da saga

Na história, Cristina é uma advogada honesta e dedicada que descobre que seu irmão Edson (Seu Jorge) está preso e lidera uma facção criminosa em ascensão - conhecida como “Irmandade”. Ela é forçada pela polícia a virar informante e a trabalhar contra o irmão, que não vê há anos. Ao se infiltrar na Irmandade, numa missão arriscada e perigosa, ela entra em contato com seu lado mais sombrio, e começa a questionar suas próprias noções de Justiça.

Para Seu Jorge, o trabalho foi bastante intenso, principalmente as cenas no presídio, localizado em Curitiba. "É um personagem muito intenso. Temos que preservar a energia para não perder o que tá sendo dito dentro do contexto. É um personagem de muita força, vivendo uma angústia. Foi intenso, mas valeu a pena", diz o ator.

Do outro lado, Naruna Costa está na pele de Cristina, disposta a desvendar os planos da facção. "A Cristina é uma menina preta da periferia, que conseguiu se tornar advogada e trabalha no Ministério Público. Ela mantém essa rigidez do que é viver corretamente numa sociedade. Só que isso se quebra quando ela se encontra com o irmão. Ela teve que abandonar a história dele a pedido do pai, mas quando eles se reencontram é amor, família. Essa ideia do que é correto no mundo, vai se quebrando. A ideia de justiça, de lei, vai se desfazendo. Existe uma desconstrução de uma ideia de moralidade conforme ela vai se encontrando com outras realidades", afirma Naruna.

Outro destaque na trama é o ator Lee Tayor, que vive o personagem Ivan, um presidiário. O ator está atualmente no ar em A Dona do Pedaço, novela das 21h da Globo, onde dá vida a Camilo, um investigador policial. "Do ponto de vista racional, os dois possuem uma racionalidade grande, são estrategistas. Toda ação de Camilo é calculada e o Ivan também está querendo resolver as questões pessoais dele. O objetivo dele é sair da cadeia ao entrar na facção. As ações de ambos não tomam os objetivos que eles queriam e eles se veem enredados", destaca o ator.

"Irmandade" lança um olhar sobre o sistema carcerário brasileiro, seus dilemas, injustiças e histórias invisibilizadas. Questiona os limites entre o correto e incorreto, mostrando que entre o preto e o branco existe uma enorme paleta de cores. "O Brasil tá indo num caminho de polaridades extremas onde um não tá querendo ver o lado do outro. A série tem essa tentativa de enxergar o lado de todo mundo, e para isso, temos que enxergar esse lado como seres humanos", finaliza Pedro Morelli.

*O jornalista viajou a convite da Netflix Brasil

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

18 Nov
bradesco_C22DD61C-FE71-4FDD-BB1B-A5B7C048EF01.JPG

TRT11 celebra acordo de R$ 1,1 milhão entre Bradesco e ex-funcionária

18/11/2019 às 11:20

A bancária ingressou com reclamação trabalhista contra o HSBC e o Bradesco em novembro de 2016, pretendendo receber o pagamento de diferenças salariais, horas extras, tempo a disposição da instituição financeira durante as viagens, além indenização pelos danos morais sofridos no ambiente de trabalho


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.