Segunda-feira, 22 de Julho de 2019
Música

Indicada ao Grammy, Isadora Canto convida mães e pais a compor canção para filhos

Conhecida pelo CD 'Vida de Bebê', cantora e compositora carioca trabalha na 'gestação' do seu segundo trabalho



18/05/2016 às 20:52

Uma das lembranças mais marcantes de infância para algumas pessoas é aquela música de ninar especial, improvisada na hora ou cantada há gerações — “se essa rua, se essa rua, fosse minha...”. Afinal, quando se é criança não importa ritmo ou afinação, apenas a sensação de carinho e segurança ao dormir. Mas e se você pudesse criar uma música para os seus filhos, sobrinhos ou afilhados? Esta é a proposta da cantora e compositora Isadora Canto.

Conhecida por se dedicar às canções sobre maternidade, a carioca convida pais, mães e avós a participar de um projeto inédito: a composição conjunta do CD “Vida de Criança”. Basta acessar o projeto no site da Catarse, contribuir com uma doação a partir de R$ 60 e enviar um e-mail para isadoracanto@gmail.com, confirmando presença na composição em grupo. Os encontros virtuais são sempre as segundas-feiras, às 19h (horário de Manaus).

“Têm muitas mães comigo no Hangouts (antigo Gtalk). O processo de composição está sendo muito bonito, porque elas me contam como enxergam a maternidade e os filhos delas. É um brainstorm da maternidade. Melodia e harmonia ficam por minha conta”, disse em entrevista por telefone. “Dependendo da doação, a pessoa receberá a música pronta, CDs, ter o nome no encarte, participar de um videoclipe, ingressos para o show, entre outros”, completa.

Indicada ao Grammy para “Melhor CD de Música Infantil”, em 2007, por “Vida de Criança”, Isadora tem até o próximo dia 31 para alcançar a meta mínima de R$ 52 mil e garantir o nascimento do novo álbum. De acordo com ela, o valor inclui todo processo de produção, a gravação de dois videoclipes profissionais, pagamento da equipe envolvida — desde ilustrador, músicos e assessores — e um grande show de lançamento.

“Tudo isso custa muito dinheiro, é profissional. É tanta gente envolvida que o valor chega a ser baixo. A meta maior é chegar a R$ 61 mil, mas a primeira é R$ 52 mil. Vou até postar um gráfico para explicar melhor”, declarou, ao ressaltar um dos presentes para quem colaborar financeiramente e na composição da música. “Um dos videoclipes será com as crianças e os pais, cantando juntos. Será lindo”, adiantou.

‘Gestação musical’

Com a participação confirmada de Paulo Tatit, do “Palavra Cantada”,  e da cantora Tulipa Ruiz, o segundo CD de Isadora também será um reflexo do atual momento dela na maternagem. O disco é uma continuação de “Vida de Bebê”, mas com um amadurecimento quanto ao tema. Mãe de Theo, 15, e Lia, 8, a intérprete apresentará 11 músicas já compostas, mais a feita em conjunto, inspiradas na rotina da dupla.

“Como meus filhos cresceram, o meu trabalho cresceu com eles. Minha ferramenta de composição é a verdade que eu vivo. Quando vivi a gestação, o parto e pós-parto, compus o ‘Vida de bebê’. Agora, vivo a infância dos meus filhos; musiquei a vida deles”, afirmou. “Estou super focada no lançamento, é uma gestação, um parto e pós-parto. É intenso, como ter um filho, não consigo nem pensar em outro projeto”, completou.

Música e maternidade na veia

Nascida no Rio, criada em Brasília e morando em São Paulo há 20 anos, Isadora Canto sempre sonhou em ser mãe. Como cresceu em um ambiente musical — graças ao “bom gosto do pai” pianista popular —, decidiu estudar música. Na gravidez do primeiro filho, ainda na faculdade, descobriu uma área ainda inexplorada no Brasil.

“Desde os 5 anos, eu brincava sempre com uma almofada na barriga. Foi algo que nasceu comigo”, lembrou aos risos. “Cresci ouvindo jazz, blues, samba, bossa nova, MPB e, aos 12 anos, entrei em coral e comecei a aula de violão. Comecei a me envolver muito com a música. Quando eu cantava e tocava na gravidez do Theo, senti que ele mexia diferente”, disse.

Como não encontrava nada referente à música e maternidade, viajou para outros países em busca de experiência e conhecimento. Ela tocava instrumentos perto do berço e enquanto amamentava. Então, há 15 anos, decidiu montar o projeto ‘Acalanto’, no qual mães, pais e bebês usam a música como forma de conexão.

“No Brasil não tinha nada parecido. Este projeto foi criado para as mães vivenciarem a música durante gestação e pós-parto”, explicou, ao citar que, na mesma época nasceu o primeiro CD. “As palavras, a melodia e a harmonia vinham muito forte. Nem é infantil é para acolher mais a mãe, que precisa de colo também”, enfatizou.

DESTAQUE

Isadora Canto está na terceira edição do Simpósio Internacional de Assistência ao Parto (Siaparto), que será realizado de 30 de maio a 4 de junho, em São Paulo. Ela ministrará a palestra “Música na Gestação” e fará uma apresentação do “Materna em Canto”, um coral com mães, bebês e crianças. Conheça mais sobre o trabalho da compostiora no site oficial e no Facebook.

SAIBA +

Isadora Canto já esteve em Manaus duas vezes para ministrar oficinas e apresentar um show. O objetivo dela, inclusive, é começar a turnê nacional após o lançamento de “Vida de Criança” pela capital amazonense e, em seguida, percorrer todos os Estados do País. “Queria muito começar por Manaus e ir descendo. Sou a apaixonada por essa cidade, por esse povo, por essas comidas. Eu sempre engordo cinco quilos quando vou aí (risos)!. Quero passar minha vida voltando”, declarou.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.