Quinta-feira, 23 de Setembro de 2021
Primeiro Teatro Contêiner

‘Jandira Theater Move’: o teatro contêiner itinerante da região norte

Espaço criativo vai sediar ações da Soufflé de Bodó Company



WhatsApp_Image_2021-04-23_at_16.17.45_B854B55D-03CD-4B21-B73A-22060F1378F7.jpeg Foto: Divulgação
23/04/2021 às 16:21

A partir de agora as ações culturais da Soufflé de Bodó Company têm endereço certo: no Jandira Theater Move, o primeiro teatro contêiner itinerante da região norte, lançado neste mês pela companhia de teatro. O projeto foi contemplado no Edital Prêmio Manaus de Conexões Culturais, da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), por meio da Lei nº 14.017/2020, conhecida como Lei Aldir Blanc.

Segundo o ator e diretor Francis Madson, com 45m² e capacidade para 22 lugares, o espaço criativo vem para circular com espetáculos por diferentes espaços do Estados e descentralizar ações culturais, no entanto, por conta da pandemia de Covid-19, a proposta foi adaptada para atividades no ambiente virtual.



“Há várias influências para criação do Jandira Theater Move, a primeira, trata-se do desejo dos grupos em ter espaços físicos e, a segunda, o projeto da Companhia Munguzá, de São Paulo, que tem um teatro maior, não itinerante, mas com arquitetura a partir de contêiner. Realizamos todo o processo de montagem em 20 dias, no mês de dezembro”, comenta o artista que divide a direção da companhia com Denis Carvalho. “É ainda uma extensão do Jandira Theater, sede oficial da Soufflé, que fica às margens do Solimões, no município de Iranduba”. 

Madson conta que, atualmente, a sede serve para os processos internos e de manutenção da companhia devido ao novo coronavírus e as políticas e protocolos de distanciamento social. Ele explica que o nome do teatro contêiner itinerante foi inspirado na comunidade Jandira, em Iranduba, onde a Soufflé de Bodó Company também atua com espetáculos do repertório.

“Acabamos de realizar a gravação do projeto ‘Box Voyage’ e, em dezembro, fizemos um ensaio fotográfico com o espetáculo de dança ‘Giganta’, da companhia de dança Indios.com. Estamos atentos à crise sanitária e nossas ações presenciais só serão realizadas após a imunização da sociedade”, destaca o diretor. “A ideia é montar o Jandira em Iranduba após pandemia, porque não queremos iniciar nenhuma atividade presencial dentro do teatro antes de imunização total da comunidade. O espaço está no canteiro de obras e todas as ações são realizadas off-line e on-line por meio das plataformas e redes sociais da companhia”. 

Fim de semana

Nesta sexta-feira (23/04), a partir das 17h, a Soufflé de Bodó Company apresenta o espetáculo “Herói”, no Youtube e no Instagram da companhia (@souffledebodo). 

O monólogo fala sobre a infância de um menino, que é um boneco de neve e perde a família porque os pais derretem. Ele é o único que não derrete porque tem uma deficiência.

“A história propõe uma reflexão de como nós olhamos a imagem de um determinado momento da vida, conta uma trajetória de vida, um espaço-tempo”, adianta o diretor.

Neste trabalho, Madson vem na concepção do texto, direção, figurino e iluminação enquanto Denis está em cena e na produção. Já Klindson Cruz assina a assistência de produção.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.