Quarta-feira, 26 de Junho de 2019
TECNOLOGIA

Jogadores de Pokémon Go se reúnem no Largo de São Sebastião neste sábado (6)

Em meio ao movimento habitual do local, vários treinadores Pokémon puderam ser vistos nos arredores do Teatro Amazonas de olho na tela de seus smartphones atrás de novas criaturas para suas coleções



Capturar.JPG Cerca de 120 jogadores estiveram no Largo e adjacências caçando monstrinhos virtuais (Foto: Antônio Lima)
06/08/2016 às 20:31

Cerca de 120 jogadores do game Pokémon Go se reuniram no Largo de São Sebastião no final da tarde deste sábado (6) para caçar monstrinhos em pleno centro histórico da capital amazonense.

Em meio ao movimento habitual do local, vários treinadores Pokémon puderam ser vistos nos arredores do Teatro Amazonas de olho na tela de seus smartphones atrás de novas criaturas para suas coleções.

"Eu moro no Centro e eu já encontrei muitos aqui na Praça de São Sebastião e no Parque dos Bilhares, tanto que, se você for lá, você vai ver vários grupos, às vezes com mais de 10 pessoas, só para caçar Pokémons", disse o estudante Luiz Gabriel Lima, 20.

De fato, vários treinadores chegavam em grupo, tais como Alessandro Monteiro, 24, que chegou ao largo com outros três amigos e disse que atualmente, não faz nada "a não ser caçar Pokémons".

"Eu tenho 61 Pokémons. Estou jogando desde antes de sair no Brasil, com a versão crackeada", disse, se referindo à versão que permitia a usuários brasileiros acessarem o jogo antes do lançamento oficial no país.

Alessandro disse que virou fã dos monstrinhos com o desenho animado, que foi popular no Brasil no final da década de 90. "Quando criança, a gente tinha aquele negócio de tentar imitar na nossa mente o desenho, por isso estamos tão viciados", concluiu.

A febre do jogo

O jogo Pokémon Go é um aplicativo de realidade aumentada, que faz uso das informações capturadas pela câmera e pelo GPS do celular do jogador para inserir monstrinhos virtuais (os Pokémons) em seu caminho, bem como PokéStops, lugares onde o jogador pode conseguir itens auxiliares do jogo, e ginásios, locais em que jogadores devem promover duelos entre seus monstros.

Ele virou uma febre internacional desde o início do seu lançamento gradual ao redor do mundo no último dia 6 de julho, quando ele foi disponibilizado nos Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia.

No Brasil, ele está disponível para os sistemas operacionais iOS e Android desde a última quarta-feira (3). Neste sábado, além do evento de reunião de treinadores no Largo de São Sebastião, outro evento ocorreu à noite, na Praia da Ponta Negra.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.