Publicidade
Entretenimento
Cultura baré

Alunos do curso de Design desenvolvem jogo de tabuleiro das lendas amazônicas

A ideia dos universitários da Fucapi é colocar as lendas amazônicas em evidência e evitar que sejam esquecidas 11/09/2016 às 12:30 - Atualizado em 11/09/2016 às 12:48
Show lendas
Sementes do açaí são as moedas do jogo (Divulgação)
Isabelle Valois Manaus (AM)

Para que as lendas amazônicas não se percam no tempo, um grupo de universitários desenvolveu um jogo de tabuleiro focado na cultura regional. Nesse primeiro protótipo foram escolhido 10 lendas desde as mais conhecidas como também algumas que quase ninguém mais as contam. A ideia tem sido um sucesso e originou um artigo que será apresentado no próximo mês na 12º edição do Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design, em Belo Horizonte (MG).

Toda a ideia do jogo de tabuleiro, intitulado “Caminhando nas Lendas”, surgiu no semestre passado, na turma do 3º período do curso de designer da Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi), na disciplina de Projetos de Mídias Interativas, ministrada pela especialista em comunicação empresarial e marketing, Marcella Farias.

A proposta sugerida foi a criação de um jogo de tabuleiros, com temática livre, mas que se usa-se uma metodologia dominada no mundo do designer como “Designe Thinking” - ferramenta de inovação - está em alta e é utilizado em empresas, corporações, entre outros para o desenvolvimento de produtos inovadores.

“Para desenvolver a metodologia, os alunos precisaram passar por três processos. A primeira é destinado a pesquisa, depois passa para uma parte de desenvolvimento de ideias e gerações de alternativas e a última é a prototipagem e teste da ideia. Todas essas ideias foram realizadas dentro da disciplina”, explicou Marcella.

Conforme a professora, a turma havia recebido a proposta de criar uma mídia interativa impressa, para deixar um pouco de lado o digital. “A ideia era que eles desenvolvesse um tipo de jogo que tivesse uma relação profunda para os universitários, onde tivesse uma relação e assim surgiu várias de jogos que envolva a emoção, educação, alguns com característica mais adulta, temas musicais e entre outros. Um deles, no caso do Caminhando nas lendas,  gerou um artigo aprovado no P&D de design deste ano e tem feito muito sucesso”, contou. 

O jogo

Conforme uma do grupo de seis alunos que desenvolveu o tabuleiro de lendas amazônica, a universitária do curso de designer, Jennyfer Oliveira da Costa, 29, a ideia do jogo foi colocar as lendas amazônica em contato com as pessoas. “Pensamos em criar um jogo focando nas Lendas amazônicas com o intuito de continuar difundindo as lendas nas escola e assim impedindo que caia no esquecimento. Pois as lendas pertencem a nossa cultura indígena regional”, reforçou a universitária.

Proposta  e especificações

O jogo Caminhando nas Lendas é composto de um tabuleiro estilo trilha que remete a floresta. Cartas que contam trechos das lendas, que por sua vez contém uma consequência e o símbolo da lenda, que associado ao símbolo o qual o pino cai pode ganhar sementes que servem como moedas. No jogo, os criadores utilizaram sementes de açaí.

“Realizamos levantamento das lendas existentes, das mais conhecidas e as que quase ninguém conhece, para que pudéssemos manter las vivas nas memórias. Nesse protótipo utilizamos 10 lendas, mas outras lendas podem ser acrescentada”, explicou a universitária Jennyfer Oliveira.

Além de criar o tabuleiro, o grupo também desenvolveu as regras, manual de instrução, o designer do jogo e desenvolver a ideia de interação entre os participantes.

“Uma das formas mais utilizadas para contar uma lenda é por meio do conto, as vezes por peças teatrais, mas decidimos buscar esse novo jeito, até mais ousado para apresentar as lendas amazônicas. Todo o jogo de tabuleiro passou por análise do público e foi bem recebido, esperamos que ele possa dar continuidade na conquista e repasse das lendas regionais”, disse.

Para quem quiser conhecer o jogo, poderá entrar em contato com a Fucapi que encaminhará aos desenvolvedores do jogo.

Lendas usadas no jogo

Lenda do Curupira
Lenda da Iara
Lenda do Açaí
Lenda da Matinta Perera
Lenda da cobra Grande
Lenda da Lua
Lenda das Amazonas
Lenda do Pirarucu
Lenda do Boto
Lenda do Mapinguari

Publicidade
Publicidade