Sábado, 24 de Agosto de 2019
Literatura

Jornalistas lançam livro sobre história de ator e companhia de teatro amazonenses

Foi assim que o nome do ator e diretor amazonense Nonato Tavares surgiu nas conversas entre eles, para então desaguar no livro “Nonato Tavares – Teatro, Memória e Resistência”, a ser lançado no próximo sábado (3), no Musa do Largo



257375_102485626512755_3113684_o.jpg "A maravilhosa estória do sapo Tarô-Bequê" é uma das peças da companhia (Divulgação)
01/12/2016 às 14:48

Quando os jornalistas Rosiel Mendonça e Jony Clay Borges se uniram para produzir uma publicação dentro de suas respectivas áreas – o jornalismo cultural – a ideia era fazer um registro mais perene sobre algum aspecto da arte produzida no Amazonas, seja um grupo ou artista específico. “Afinal, é próprio do jornalismo esse interesse pela memória e pelo resgate de histórias ainda não contadas”, comenta Rosiel.

Foi assim que o nome do ator e diretor amazonense Nonato Tavares surgiu nas conversas entre eles, para então desaguar no livro “Nonato Tavares – Teatro, Memória e Resistência”, a ser lançado no próximo sábado (3), no Musa do Largo. As conversas sobre Nonato, inicialmente, foram mantidas por Jony e Rosiel – também repórteres de A CRÍTICA - com colegas do meio artístico.

“Primeiro, por ele estar à frente de uma companhia com três décadas de história na cidade, mantendo um forte intercâmbio com o interior e outras cidades da região Norte; segundo, pelo fato de a Vitória Régia - fundada por Nonato - ter uma produção contínua que acabou não se restringindo aos temas indígenas e ambientais, como era o objetivo do grupo no momento de sua fundação”, coloca Mendonça.

Conceito

A proposta do livro parte da história de vida de Nonato e da ligação dele com o teatro para mostrar como elas se misturam à própria trajetória e produção da Vitória Régia. “Não se trata de uma biografia, nem de uma tentativa de colocar o Nonato como centro e definidor de tudo que o grupo faz, mas de uma narrativa em que vida e obra se interrelacionam”, coloca ele.

Para isso a dupla revirou o acervo que Nonato mantém com fotos, programas de peças, cartazes e outros documentos que ajudaram a contar sua história. “As entrevistas e depoimentos com amigos, parceiros e integrantes da companhia também ajudaram nesse processo”, coloca Rosiel. O livro será lançado pela Editora Valer, e possui 184 páginas.

De acordo com Jony Clay, Nonato recebeu bem a proposta do livro sobre ele e a Vitória Régia desde o início, e recebeu os escritores em diversas ocasiões para lembrar da história dele e das montagens da companhia ao logo dos seus mais de 30 anos de atividade. “Também nos deu acesso a documentos, imagens e registros de seu acervo, o que foi fundamental para a produção do livro”, pondera ele.

Outra vertente

A partir do material coletado, de entrevistas com Nonato e de outros artistas que trabalharam com a Vitória Régia, Jony e Rosiel compuseram um relato que parte da história do diretor desde à infância para chegar às montagens produzidas por ele na companhia, desde os anos 1980 até hoje. Outros aspectos da vida de Tavares na arte também serão lembrados na obra.

“No meio teatral, todos conhecem o talento de Nonato na confecção de máscaras e bonecos. Esse trabalho aparece não só nos espetáculos da Vitória Régia e de outras companhias de Manaus, mas também nos cortejos do Bloco do Frei, fundado por ele e por outros artistas e moradores importantes da rua Frei José dos Inocentes, que abriga a sede da Vitória Régia. Esse é um aspecto de sua trajetória a que demos bastante atenção no livro”, complementa Borges.

Além da vida e obra de Nonato, o livro também fala sobre montagens importantes do Teatro no Amazonas, e entrevistas com personalidades memoráveis das Artes Cênicas do Amazonas e São Paulo, como Koia Refkalefsky, Darcy Figueiredo e Márcio Souza. A obra será distribuída em escolas e bibliotecas da capital amazonense e foi viabilizada pelo Prêmio Manaus de Conexões Culturais 2015, da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

Serviço

O quê: Lançamento do livro "Nonato Tavares - Teatro, Memória e Resistência”
Quando: 3 de dezembro, às 10h
Onde: Musa do Largo (Largo São Sebastião, Centro)
Quanto: Gratuito

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.