Sábado, 18 de Janeiro de 2020
PROGRAMA

Jornalistas de A Crítica lançam websérie sobre histórias de superação feminina

Série de entrevistas contará a história de oito mulheres guerreiras do Amazonas. Conteúdo vai ao ar do dia 1º a 8 de março na conta do Portal A Crítica no YouTube



b0128-1f_21D5E246-DFFF-4004-AFF0-49B9DE63A6C8.JPG (A médica hematologista Leny Passos é uma das entrevistadas. Foto: Junio Matos)
28/02/2019 às 14:47

As amazonas são conhecidas, na história da mitologia grega, como mulheres que batalhavam por seus espaços. As lendas amazônidas também classificam como amazonas as índias que iam para a guerra e não dependiam dos homens para nada. Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março, o Portal A Crítica lançará, no dia 1° de março, a websérie "Mulheres Guerreiras: Amazonas da Vida Real".

Na série de entrevistas, comandadas pelas jornalistas Cinthia Guimarães e Lucy Rodrigues, os internautas poderão conhecer as histórias de superação e empoderamento de oito grandes mulheres da sociedade amazonense, que atuam em áreas como polícia, política, saúde, artes, justiça, filantropia, entre outros. Até o dia 8 de março, será lançada uma entrevista por dia no Youtube do portal. Cada entrevista possui, em média, 25 minutos, e foram filmadas e editadas pelos editores de vídeo Felipe Gramajo e Raine Luiz.



As entrevistadas são a Procuradora Geral de Justiça do Amazonas, Leda Albuquerque; a jornalista Baby Rizzato; a cantora Márcia Siqueira; a delegada Débora Mafra; a diretora do Instituto de Computação da Ufam, Tanara Lauschner; a ex-deputada Beth Azize; a vice-presidente do Lar das Marias, Maria Luiza Soares; e a co-fundadora do Hemoam, a médica Leny Passos.

Origem

“A ideia original nasceu como um livro, junto com um amiga minha, Simone Tobias, jornalista de São Paulo. Mas acabamos não conseguindo tocar o projeto. Depois mostrei pra Cinthia e falei que havia pensado em fazer algo para o jornal”, coloca Lucy Rodrigues.

Como o livro precisaria de mais recursos, Cinthia sugeriu a Lucy que fizessem o projeto em formato digital. “Pensamos: ‘e se apostássemos’ no digital, que é o futuro? Até para tirar o projeto do papel ficaria mais fácil. Inicialmente, tínhamos a ideia de entrevistarmos 15 mulheres, mas a Aruana Brianezi (diretora de redação do jornal A CRÍTICA) e o Dante Graça (editor-executivo do portal A CRÍTICA) nos ajudaram a organizar e a tornar a ideia mais possível. E a diretora de programação da TV A CRÍTICA e Inova! RedeTV, Gisele São Thiago, nos cedeu o estúdio para as gravações”, afirma Rodrigues.

Segundo Cinthia Guimarães, o intuito da websérie é falar do protagonismo da mulher com foco em personagens locais. “É um presente para a nossa audiência trazer um conteúdo diferenciado na Semana Internacional da Mulher: falar de um assunto de relevância e tão em voga no momento, que é a conquista da mulher e seus espaços de poder”, pondera Cinthia.

Outro desafio que o projeto apresentou para as duas jornalistas foi o universo das entrevistas na Internet, terreno até então pouco habitado por elas – Lucy trabalha há 12 anos no jornal impresso e Cinthia, há 11. “Sempre ficamos atrás dos computadores escrevendo e planejando pautas, e mesmo que nossa formação seja multimídia, a nossa carreira no impresso nos deixou nos bastidores. Aprendemos coisas novas, nos preocupamos com vídeo, imagem e fala, e com o trabalho de produção e pós-produção. Queríamos trazer entrevistas com conteúdos relevantes, mas também com leveza”, complementa Guimarães.

Marcantes

Para Lucy, a entrevista mais marcante foi com a delegada Débora Mafra, por conta de sua trajetória de superação. “É uma mulher que se separou com dois filhos depois dos 30 e teve que recomeçar a vida – época em que, inclusive, começou a estudar Direito. Tinha o sonho de ser delegada e conseguiu. Ela é muito simpática e se emocionou na entrevista, e também me emocionei”, destaca ela.

Já Cinthia cita o nome de Beth Azize como o seu destaque. “Por não conhecer a história dela, que deixou a política em 1994, acabei descobrindo que ela foi uma mulher a frente do seu tempo. Foi juíza muito jovem, teve uma trajetória política, foi muito ousada para os padrões da época, uma mulher irreverente e de opiniões fortes. Além de ser muito defensora das causas da mulher”, completa.

Destaque

A websérie "Mulheres Guerreiras: Amazonas da Vida Real" teve o apoio das marcas Rebeca Weber Salon (@rebeccawebersalon), Toda Bella Moda Cristã (@todabellamodacrista), Virtuosa Camisaria (@virtuosacamisaria); Consultoria de Estilo Karen Leão (@estiloporkarenleao); do estúdio Inova TV! e da TV A CRÍTICA.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.