Publicidade
Entretenimento
MEIO AMBIENTE

Jovens promovem comemorações do Dia da Terra em Manaus, neste sábado (30)

Em um dos pontos será realizado uma troca de experiência entre comunidades e jovens de outros países por meio de Livestream 29/04/2016 às 14:32
Show 848582
(Antonio Lima)
acritica.com Manaus (AM)

O calor sempre foi motivo de reclamações de muitos amazonenses e visitantes que passam por aqui. As altas temperaturas, as fortes chuvas, as secas, as enchentes, são palavras recorrentes ao longo do ano no Amazonas, e pensando em sensibilizar e refletir sobre isso, um grupo de jovens e organizações está preparando um ciclo de atividades para este sábado, dia 30 de abril, em comemoração ao Dia da Terra.

As atividades ocorrerão em dois pontos da cidade (Parque Estadual Samaúma e bairro Riacho Doce 2) e serão voltadas para a conscientização sobre as mudanças climáticas e a importância da participação dos adolescentes e jovens nas discussões sobre o tema.

O evento ocorrerá pela parte da manhã, das 8h às 12h, no Parque Samaúma (Cidade Nova), com passeios pelas trilhas, realização de hortas verticais, fabricação de sabão, contação de histórias, além de jogos infantis e teatro. Essas atividades são promovidas pela ONG engajamundo.

Já pela parte da tarde, das 14h às 19h, no bairro Riacho Doce 2, Zona Norte da cidade, o evento continua com oficinas de realização de sabonetes, mosquiteiras feitas a partir de materiais recicláveis, plantio de mudas com a participação de toda a comunidade, percussão corporal com crianças, yoga. Também vai rolar um cinedebate sobre meio ambiente e os impactos das mudanças climáticas, além de uma transmissão ao vivo com jovens da Argentina, Colômbia e Equador.

Os locais onde serão realizadas as atividades têm um histórico de tráfico e tentativa de invasões, porém alguns comunitários têm resistido às construções na praça verde a fim de mantê-la limpa e ocupada pela população.

As oficinas terão vagas para até 30 pessoas e serão desenvolvidas por voluntários de vários países (Espanha, Colômbia, Marrocos e Brasil). A mobilização é feita pela sociedade civil organizada, organizações sociais como Red+Vos, Coletivo Candiru, Coletivo Difusão e Acroyoga e apoiada por organizações do setor privado, como Artrupre Produções, COD Manaus, Essências da Amazônia e Imagem, Áudio & Cia.

Publicidade
Publicidade