Sábado, 14 de Dezembro de 2019
Buzz

Justiça decide que bebê de Wanessa não sofreu injúria

Em em setembro de 2011, durante o CQC, Rafinha Bastos disse que “comeria ela e o bebê”. Na época declaração irônica gerou controvérsia



1.jpg Wanessa e o filho, José Marcus, da união com Marcos Buaiz, nasceu em janeiro de 2012
01/02/2013 às 11:44

Uma nota publicada em um portal de notícias na manhã desta sexta-feira (1º) dá conta de que o bebê de Wanessa não sofreu injúria de Rafinha Bastos, quando em setembro de 2011 ele disse que “comeria ela e o bebê”.

Os desembargadores da 13ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo decidiram que o feto da contora não sofreu injúria de Rafinha Bastos e mantiveram, por unanimidade, o entendimento da juíza Juliana Guelfi, da 14ª Vara Criminal de São Paulo. De acordo com a decisão, mesmo que a angústia da mãe possa refletir no desenvolvimento do feto, o ocorrido não é suficiente para caracterizar injúria ao bebê.



Na época a declaração irônica gerou controvérsia. Wanessa e seu marido, Marcus Buaiz, entraram com duas ações, uma cível e outra criminal, por se sentirem ofendidos pelo comentário. Na ação cível, Rafinha Bastos foi condenado a pagar uma indenização de R$ 150 mil.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.