Quinta-feira, 27 de Junho de 2019
Buzz

Katy Perry é acusada de tortura contra animais em novo clipe

A PETA (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais) se manifestou contra o videoclipe de Roar, da cantora pop 



1.jpg Katy Perry
16/09/2013 às 10:48

De acordo com o jornal “The Huffington Post”, o grupo que defende os animais PETA (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais) se manifestou contra o videoclipe de Roar, da cantora pop Katy Perry, que em cenas na floresta contam com a presença de macacos, tarântulas e elefantes.

"Os animais utilizados para entretenimento têm de suportar uma crueldade terrível e sofrem com um confinamento extremo e métodos de treinamento violentos", disse um representante da organização.

 "Eles muitas vezes ficam estressados ​​e ansiosos quando são transportados e forçados a situações estranhas ou assustadoras", continuou, ao observar que Perry pode ter contratado uma empresa especializada que está sob rígida vigilância.

“O Serengeti Ranch, expositor de animais que nós acreditamos que forneceu os animais para o vídeo de Roar, foi inspecionado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos 22 vezes desde 2001", acrescentou o representante.


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.