Terça-feira, 11 de Agosto de 2020
CINEMA

Kristen Stewart interpretará princesa Diana em novo filme

Stewart, de 30 anos, conhecida por seu papel nos filmes da “Saga Crepúsculo”, foi escalada para o filme que mostrará três dias no início dos anos 1990, quando Diana tomou a decisão bombástica de se separar de Charles e perder a chance de se tornar rainha



MARIO_ANZUONI_76305FAC-66E0-456E-8AB0-147CCF50DE42.JPG Foto: Mario Anzuoni
18/06/2020 às 14:43

Kristen Stewart fará o papel da princesa Diana em filme sobre a ruptura de seu casamento com o príncipe Charles, informou ontem (17) a publicação Deadline Hollywood. 

Stewart, de 30 anos, conhecida por seu papel nos filmes da “Saga Crepúsculo”, foi escalada para o filme que mostrará três dias no início dos anos 1990, quando Diana tomou a decisão bombástica de se separar de Charles e perder a chance de se tornar rainha.



Charles e Diana romperam em 1992 e se divorciaram quatro anos depois, em um movimento sem precedentes nos tempos modernos para um herdeiro do trono britânico. Diana morreu em um acidente de carro em Paris em 1997, aos 36 anos.

O filme independente, a ser dirigido pelo chileno Pablo Larraín, deve começar a ser rodado em 2021. Não foi anunciado o ator que vai interpretar Charles. “Quando alguém decide não ser rainha e diz: Prefiro ir e ser eu mesma, é uma grande decisão, um conto de fadas às avessas”, disse Larraín ao Deadline.

“Como e por que você decide fazer isso? É uma grande história universal que pode atingir milhões e milhões de pessoas, e é isso que queremos fazer. Queremos fazer um filme amplo, que se conecte com um público mundial interessado em uma vida tão fascinante”, acrescentou.

O filme, intitulado “Spencer”, em homenagem ao nome de solteira de Diana, é o mais recente de uma série de filmes, séries de televisão, documentários e até um musical da Broadway sobre a vida da falecida princesa.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.